A verdade dos fatos é a nossa notícia

Brasilvídeo

Vídeo: ‘Pegada’ deixada em cena do crime revelou o assassino de mãe e três filhas em Sorriso (MT)

Um crime brutal, covarde e que deixou marcas nos policiais mais experientes e acostumados a conviverem com o pior do ser-humano. A identidade do autor do assassinato de uma mãe e três filhas em Sorriso (Mato Grosso) foi revelada após os investigadores encontrarem, nesta segunda-feira, uma ‘pegada’ deixada pelo criminoso na cena do crime, uma casa no bairro Florais da Mata.

As marcas do chinelo de Gilberto Rodrigues dos Anjos haviam ficado no piso manchado de sangue da residência, e uma comparação entre os sinais e o calçado feita pelos policiais confirmou ser ele o autor do crime.

Como foi encontrada a identidade do assassino?

— Deu match perfeito — disse ao GLOBO o delegado Bruno França Ferreira, responsável pelo caso — Uma das vítimas morreu com um tufo de cabelo na mão. Na hora que fui confrontá-lo, vi que ele tinha um buraco no cabelo. Ele confessou em seguida.

O chinelo foi encontrado enquanto os policiais vasculhavam os pertences do suspeito, que morava e trabalhava em uma obra ao lado da casa onde o crime ocorreu. Do local, segundo o delegado Bruno Ferreira, é possível ver o interior do terreno onde moravam as vítimas, Cleci Cardoso, de 46 anos, e suas filhas, Miliane, de 19, e duas menores de 10 e 12 anos. O comportamento de Gilberto dos Anjos enquanto os policiais investigavam a cena do crime, na manhã desta segunda-feira, chamou a atenção:

— Todos estavam curiosos, mas tinha um cara que nem chegava perto. Descobrimos depois que ele (Gilberto dos Anjos) tinha um mandado de prisão de Lucas do Rio Verde (MT). Esse crime seguia o mesmo modus operandi — diz o delegado.

Mandado de prisão

Em setembro deste ano, Gilberto dos Anjos teria invadido uma residência em Lucas do Rio Verde e cometido abuso sexual contra a vítima, que estava dormindo. Ele também teria tentado matá-la, com cortes no pescoço. A vítima, no entanto, sobreviveu ao ataque, segundo Bruno Ferreira. O criminoso tem ainda um outro mandado de prisão aberto em Mineiros (GO) por latrocínio.

Como o crime aconteceu?

As autoridades foram alertadas por vizinhos das vítimas, após as quatro não serem vistas ao longo do final de semana. Segundo o depoimento de Gilberto dos Anjos, o crime aconteceu entre a sexta-feira e o sábado, e ele alegou ter invadido a residência pela janela do banheiro com a intenção de roubar a família.

Ele esfaqueou três vítimas e abusou sexualmente da mãe e duas filhas. A menina de 10 anos foi asfixiada, segundo nota da Polícia Civil.

Os corpos das vítimas foram encontrados já sem vida e com ferimentos profundos, como cortes no pescoço, segundo a Polícia Civil. Depois de cometer o crime, Gilberto dos Anjos retornou para o terreno ao lado, onde passava a noite. Roupas sujas de sangue foram recolhidas dentro de um contêiner durante as investigações. Em uma sacola, o suspeito tinha guardado uma peça de roupa íntima de uma das vítimas.

Para onde o suspeito foi levado após a confissão?

Gilberto dos Anjos foi transferido de helicóptero para a Penitenciária Dr. Osvaldo Florentino Leite Ferreira, em Sinop, durante a tarde desta segunda-feira. O motivo da mudança, segundo a Polícia Civil, foi a comoção em Sorriso por conta da chacina. Órgãos de inteligência da corporação identificaram que existia o risco de uma tentativa de linchamento do autor confesso do crime.

MÃE E FILHAS MORTAS EM MT:

  • A Polícia Civil do Mato Grosso prendeu em flagrante, nesta segunda-feira, um homem suspeito de matar uma mãe e três filhas no município de Sorriso.
  • Em depoimento ao delegado Bruno França Ferreira, o homem confessou os crimes, que teriam ocorrido entre a última sexta-feira e o sábado.
  • A identidade do autor do assassinato foi revelada após os investigadores encontrarem, nesta segunda-feira, uma ‘pegada’ deixada pelo criminoso na cena do crime, uma casa no bairro Florais da Mata.
Paulo Assad | Globo
Edição: Léo Vilhena

Midia move o mundo