A verdade dos fatos é a nossa notícia

Agências de Notícias InternacionaisAssociated Press

Ex-policial condenado pela morte de George Floyd é esfaqueado na prisão

O ex-policial Derek Chauvin, condenado pelo assassinato de George Floyd nos Estados Unidos, foi esfaqueado na prisão nesta sexta-feira (24). As informações foram divulgadas pela Associated Press (AP), citando uma fonte familiarizada no assunto. O estado de saúde dele é muito grave.

Chauvin trabalhava como policial em Mineápolis e foi condenado a 22 anos e meio de prisão. Ele é acusado de ter asfixiado Floyd, um homem negro, em maio de 2020. O assassinato gerou uma série de protestos nos Estados Unidos e ao redor do mundo para combate ao racismo.

De acordo com a AP, o ex-policial foi esfaqueado por um outro detento dentro de uma prisão federal do estado do Arizona. A penitenciária tem sido alvos de críticas recentes por falhas na segurança e falta de pessoal.

A agência federal dos Estados Unidos responsável pela administração das prisões afirmou que os funcionários contiveram o incidente e realizaram “medidas para salvar vidas”. Chauvin foi levado ao hospital. Outros detalhes não foram fornecidos.

As visitas à prisão onde o incidente aconteceu foram suspensas. O FBI também foi notificado do caso. Até a publicação desta reportagem os advogados do ex-policial não haviam se manifestado.

Na semana passada, a Suprema Corte dos Estados Unidos rejeitou um recurso contra a condenação de Chauvin por homicídio. Paralelamente, a defesa dele tenta provar que novas evidências indicam que ele não causou a morte de Floyd.

O ex-policial foi gravado pressionando o joelho contra o pescoço de Floyd em uma rua, em frente a uma loja de conveniência. Outros três policiais que estavam no local também receberam condenações, com penas menores.

ANI

Rede GNI | A verdade dos fatos é a nossa notícia https://redegni.com.br/ Twitter: @RedeGNI Gettr: @RedeGNI Instagram: RedeGNIreal