A verdade dos fatos é a nossa notícia

Brasil

Alexandre Correa denuncia irmã de Ana Hickmann à polícia

Alexandre Correa denuncia irmã de Ana Hickmann à polícia

Alexandre Correa registrou boletim de ocorrência contra sua ex-cunhada, Fernanda Hickmann, nesta quarta (10). O empresário acusa a irmã de Ana Hickmann de ter desviado R$ 40 mil de uma das empresas das quais ele é sócio com Ana. Correa ainda diz que Fernanda se apropriou ilegalmente de um dos imóveis do ex-casal, onde ela mora com o marido sem pagar aluguel. A assessoria da apresentadora afirma que a quantia da transferência bancária foi para o pagamento de despesas do próprio negócio.

“Fernanda Hickmann é prestadora de serviços do Grupo Hickmann e recebeu a quantia de R$ 40 mil para o pagamento de funcionários, contas e despesas, de maneira contabilizada e comprovável. Não há, portanto, desvio ou apropriação de tais valores. Todos os esclarecimentos estão sendo prestados às autoridades”, informaram em nota ao Notícias da TV.

A reportagem teve acesso ao documento. O crime de apropriação indébita, descrito no boletim, está previsto no artigo 168 do Código Penal e consiste no “apoderamento de coisa alheia móvel, sem o consentimento do proprietário”. Como sócio das empresas de Ana Hickmann, Correa alega que não foi notificado previamente sobre a retirada.

O boletim foi registrado na 7ª Delegacia de Polícia, na Lapa, bairro da zona oeste de São Paulo. Segundo o relato, o empresário tomou conhecimento apenas agora de que ocorreu uma transferência bancária, no dia 18 de dezembro, para Fernanda Inês Hickmann. Ele aponta que a ex-cunhada não tem qualquer relação com a empresa que justifique o recebimento do dinheiro.

Em nota à reportagem, o advogado de Correa, Enio Murad, disse que seu cliente é inocente das acusações feitas por Ana Hickmann, de que teria dilapidado seu patrimônio e desviado recursos. Ele indaga: “Quem está sendo realmente roubado nessa história?”.

“Enquanto Alexandre Correa vende objetos pessoais para sobreviver e sofre bullying público e nacional após ser injustamente acusado de desviar recursos de seu próprio patrimônio por sua esposa, a irmã da apresentadora apropria-se ilegalmente de R$ 40 mil (quarenta mil reais) de suas empresas e do lucro pertencente ao casal sem autorização do proprietário-sócio. Além disso, a indigitada senhora reside com o marido no imóvel do ex-casal, sem pagar aluguel ao legítimo proprietário”, afirma Murad no comunicado.

Ao falar em desvio de recursos, o advogado se refere a Henrique Ávila, advogado de Ana Hickmann. Em entrevista à Folha de S. Paulo, Ávila acusou Correa de ter “agredido e assaltado a ex-mulher”, e que ele toma “medidas tresloucadas para se transformar em vítima”. Na terça à noite, o ex-marido da apresentadora da Record registrou boletim de ocorrência contra o advogado, por calúnia.

“Nós pedimos mais respeito com a vida das pessoas e com a profissão do advogado. Pugnamos a todos os envolvidos que promovam o equilíbrio social necessário, pois esses pilares democráticos não podem sofrer atentados de qualquer natureza”, discursa o advogado de Alexandre Correa.

“Cremos na Justiça e no Direito, bem como insistimos para que em todos os campos desse tema a pacificação por meio de medição conciliatória seja o próximo e derradeiro capítulo dessa história, sobretudo em homenagem aos direitos do filho do casal de alcançar uma vida digna”, acrescenta.

Alexandre Correa está sendo investigado pelo crime de desvio de dinheiro. Ana Hickmann denunciou o ex-marido por esquema de pirâmide e estelionato dentro das empresas deles. Ela sugeriu que Correa operava uma associação criminosa com funcionários, um cartório e um banco.

A investigação extraoficial (promovida por Ana) se concentrou em apenas uma das empresas do ex-casal, a Hickmann Serviços Ltda, em movimentações de 1º de janeiro de 2018 a 31 de outubro de 2023. A assessora de Ana Hickmann afirmou à reportagem que não vai se pronunciar sobre esta acusação. “Essa questão está sendo investigada pela polícia e não iremos nos manifestar no momento”, limitou-se a dizer.

Terra Brasil

Midia move o mundo