A verdade dos fatos é a nossa notícia

Brasil

SE: Sete homens morrem em confronto com a Core

Sete homens morreram em confronto com policiais e dois foram presos nos municípios de Cristinápolis e Tomar do Geru, na região Sul de Sergipe, durante uma operação contra uma associação criminosa, com sede na Bahia, especializada em homicídios, tráfico de drogas e assaltos, na manhã desta quarta-feira (29). Segundo a Secretaria de Segurança Pública, os homens mortos estavam armados e eram violentos.

Cerca de 100 policiais participaram da ação. Além dos dois mandados de prisão, foram cumpridos 23 mandados de busca e apreensão em 26 endereços, um deles contra Michel Silva Pena, preso no Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), suspeito de ser chefe do grupo, e que responde pela morte do policial militar Nabal Gomes Menezes, na zona rural de Tomar do Geru, há cerca de seis anos. Na cela do suspeito, foram encontrados celulares e uma arma branca.

Ainda de acordo com a polícia, as investigações mostraram fortes indícios de que um homicídio e cinco tentativas, entre os meses de agosto e novembro deste ano, em Cristinápolis, foram motivados pela disputa por pontos de vendas de drogas e do comando da facção do presidiário.

De acordo com o delegado Josenildo Brito, as investigações iniciaram com uma denúncia anônima, que apontava o presidiário como líder do grupo, que teve origens na Barra dos Coqueiros, na Grande Aracaju, e disputava o território de Tomar do Geru com outro grupo, do conjunto Parque dos Faróis, em Nossa Senhora do Socorro, também da Grande Aracaju. O atrito tem gerado rivalidade causando conflitos armados e violentos, inclusive no Sul do estado.

O município de Cristinápolis fica a 117 quilômetros de Aracaju e Tomar do Geru a 134 quilômetros da capital.

G1/GNI

Midia move o mundo