A verdade dos fatos é a nossa notícia

InternacionalRede GNI

EUA: Cobra de quase 6 metros foi capturada na Flórida

Uma píton Birmanesa, de quase 6 metros e com cerca de 90 kg, foi capturada na Flórida, Estados Unidos.

O animal foi capturado saindo de sua reserva natura, o Everglades.

Apesar de assustadora e gigante, ela é inofensiva e só ataca se for ameaçada, é o que explica a especialista em espécies invasoras, Melissa Miller, que pesquisa as pítons na Universidade da Flórida.

Somente em 2022, 15 mil cobras iguais a Birmanesa que foi capturada saindo dos Everglades.

Um programa para controle da espécie também está em curso, com agentes especializados e cães usados para fareja-las.

Introduzidas no sul do estado no século XX, essas pítons são originárias da Ásia e chegaram à América através do comércio de animais exóticos. Segundo Miller, passam 80% do tempo imóveis, movendo-se raramente para uma refeição — animais frescos que foram esmagados até a morte.

Na região, o cardápio das pítons é variado, indo de pássaros e veados até jacarés. Contudo, a máxima não funciona ao contrário. Não há predadores locais para que auxiliem no controle da sua população. Com isso, as cobras tornaram-se um grande problema para as espécies da região.

Mais de 90% espécies locais, como guaxinins, coelhos do pântano e gambás foram eliminadas. Além disso, suas habilidades na água, potencializando a caça, ameaçam ainda o alimento de outros animais, como a pantera-da-florida. Esses répteis também carregam parasitas, que já alcançam 13 espécies de cobras nativas, e são versadas na “arte da fuga”, escondendo-se na grama e nas árvores.

Léo Vilhena
@LeoVilhenaReal


 

Rede GNI | A verdade dos fatos é a nossa notícia https://redegni.com.br/ Twitter: @RedeGNI Gettr: @RedeGNI Instagram: RedeGNIreal