A verdade dos fatos é a nossa notícia

Agências de Notícias Internacionais

Exército da Rússia é acusado de decapitar soldados ucranianos e exibir as cabeças

O Exército da Rússia está sendo acusado de decapitar soldados ucranianos capturados durante a guerra e exibir as cabeças espetadas, como se fossem troféus. A prática lembra cenas comuns em conflitos medievais.

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostraria um membro do exército de Putin à frente de um prisioneiro de guerra ucraniano no que, diz a Ucrânia, configura “crime de guerra”.

Nas imagens, um homem mascarado em camuflagem usando uma faca para cortar a cabeça de um combatente com insígnias ucranianas. Acredita-se que a cena tenha ocorrido no ano passado. A Rússia invadiu a Ucrânia no fim de fevereiro de 2022.

A vítima implora por misericórdia proferindo repetidamente as palavras “Dói” e “Pare” antes de ser morta.

A voz de outro soldado russo é ouvida:

“Envie para Kiev (capital ucraniana). Corte, quebre a espinha.”

O vídeo termina com a cabeça decepada e ensanguentada do suposto ucraniano apontada para a câmera.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, prometeu que os responsáveis pela suposta decapitação serão punidos:

“Há algo que ninguém no mundo pode ignorar: a facilidade com que essas feras matam. Não vamos nos esquecer de nada. Nem vamos perdoar os assassinos. Haverá responsabilidade legal para tudo. A derrota do terror é necessária.”

Fernando Leia maisira | Extra
https://extra.globo.com/blogs/page-not-found/post/2023/04/crime-de-guerra-exercito-da-russia-e-acusado-de-decapitar-soldados-ucranianos-e-exibir-as-cabecas.ghtml

Rede GNI | A verdade dos fatos é a nossa notícia https://redegni.com.br/ Twitter: @RedeGNI Gettr: @RedeGNI Instagram: RedeGNIreal