A verdade dos fatos é a nossa notícia

Agências de Notícias Internacionais

Irlanda: Brasileira morre após colidir com caminhão enquanto pedalava

Uma estudante brasileira morreu enquanto pedalava, em Dublin, na Irlanda. Josilaine dos Santos Ribeiro, de 36 anos, estava em uma bicicleta elétrica quando colidiu com um caminhão, na última segunda-feira. Ela chegou a ser levada ao Hospital St. James, no Centro da capital irlandesa, mas não resistiu aos ferimentos.

O acidente aconteceu por volta das 12h30, na Dolphin’s Barn Bridge, segundo o jornal irlandês The Irish Independent. Nenhuma outra pessoa ficou ferida após a colisão.

Josie, como era conhecida por pessoas próximas, nasceu no Rio de Janeiro e trabalhava como cuidadora na Irlanda, onde vivia desde 2020. Antes, morou na Nova Zelândia. Ela cursava computação no National College of Ireland, e se formaria no segundo semestre de 2024.

Em nota publicada no site oficial, a universidade lamentou a morte da brasileira. A instituição afirmou que tem buscado autoridades locais e internacionais para prestar assistência à família da estudante. Os colegas de Josilaine na universidade também receberam apoio.

“A comunidade NCI está profundamente triste com a trágica morte de Josilaine Dos Santos Ribeiro, que se encontrava no último semestre do seu Diploma Superior em Computação e em vias de se formar na Primavera de 2024. Josilaine era uma estudante internacional no NCI. A NCI está a trabalhar com as autoridades locais e internacionais apropriadas para oferecer assistência e apoio à sua família neste momento mais difícil (…) Estendemos nossas mais profundas condolências à família e amigos de Josilaine”, publicou o National College of Ireland.

Em publicação nas redes sociais, o canal Irlanda.com, direcionado a brasileiros que vivem na Irlanda, divulgou a morte da carioca e pediu a testemunhas que possam disponibilizar imagens de câmeras ou registros em vídeo, em contato com a Garda (força policial irlandesa).

Nos comentários, outros brasileiros e amigos de Josilaine comentaram a perda. “Triste, muito triste. Que Deus conforte a família e amigos dessa moça”, escreveu um usuário no Facebook.

No Instagram, um amigo de Josilaine, que também vive na Irlanda, fez uma homenagem. “Jo, obrigado por tudo, nunca vou te esquecer, eu te amo, prometo que serei corajoso e forte como você, por favor, olhe para mim, procure por toda sua família e amigos no céu, agora você é meu anjinho, por favor, proteja-nos também, não me deixe sozinho”, escreveu.

Em sua última publicação no Instagram, Josilaine aparece em cima de uma motocicleta, em setembro deste ano. Nos comentários, pessoas próximas também lamentaram a morte da brasileira. “Uma grande amiga, vai deixar muitas saudades, nossa Joy! Obrigada por tudo que vivemos, momentos maravilhosos na Nova Zelândia e RJ, muitos anos de amizade”, escreveu uma usuária.

Um tio da brasileira também comentou na publicação: “Não consigo acreditar que você se foi minha eterna criança do tio, está doendo muito”, publicou.

Brasileiros que moram na Irlanda também usaram o exemplo de Josilaine para alertar sobre o índice de atropelamentos na cidade de Dublin. Em uma das publicações, uma usuária diz que “um dos grandes problemas para brasileiros na Irlanda é a condução de veículos em mão inglesa”. No entanto, não há comprovação de que o acidente de Josilaine esteja relacionado a este fator.

Outro usuário escreveu que “é triste e chocante a quantidade de brasileiros atropelados incessantemente” no país europeu.

Julio Cesar Lyra  — Rio de Janeiro
O Globo

Midia move o mundo