A verdade dos fatos é a nossa notícia

Política

Milhares do povo estão na Avenida Paulista

O povo está de volta as ruas. Milhares de pessoas estão reunidas neste domingo, 26, na Avenida Paulista, região central de São Paulo. Os manifestantes protestam contra os abusos do Supremo Tribunal Federal (STF) e pela defesa do Estado Democrático de Direito.

A multidão se concentra em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp). Os manifestantes ocupam todas as faixas nos dois sentidos da Avenida Paulista, entre as ruas Itapeva e Peixoto
Gomide.

Os organizadores colocaram um trio elétrico no local no qual discursaram parlamentares e representantes da sociedade civil. A manifestação propriamente dita começou por volta das 14
horas. Antes da execução do hino nacional, realizou-se um minuto de silêncio em memória de Cleriston Cunha, conhecido como Clezão do Ramalho.

Morte de Cleriston da Cunha foi recordada a todo momento, tanto nos discursos quanto por faixas, cartazes e placas de manifestantes.

Preso desde janeiro sob a acusação de ter participado dos atos de vandalismo de 8 de Janeiro, Clezão morreu na última segunda-feira, 20, depois de mal súbiuto durante banho de sol no pátio
do Complexo da Papuda. Acompanhe aqui a cobertura de Oeste sobre a morte de Cleriston.

A reportagem de Oeste está cobrindo também a manifestação deste domingo, que já conta com dezenas de milhares de manifestantes. Bandeiras do Brasil e algumas de Israel se destacam, além
das cores verde e amarela, que têm sido a escolha das multidões desde 2014.

Bruno Lemes
REVISTA OESTE

Rede GNI | A verdade dos fatos é a nossa notícia https://redegni.com.br/ Twitter: @RedeGNI Gettr: @RedeGNI Instagram: RedeGNIreal