A verdade dos fatos é a nossa notícia

Campeonato Brasileiro 2023

Taticamente perfeito e jogando com muita raça, VASCO vence o Botafogo com o Caldeirão lotado

Foi uma partida com muita raça, com muita entrega dos jogadores, com um esquema tático perfeito e uma aplicação tática incomum, o Vasco venceu o líder Botafogo por 1 a 0, com um golaço do lateral Paulo Henrique, com um Caldeirão lotado com quase 22 mil torcedores empurrando o time da Cruz de Malta.

Com uma vitória a mais o Vasco coloca o Cruzeiro na zona de rebaixamento.

O próximo jogo do Vasco é no Caldeirão, domingo (12) contra o lanterna do campeonato o América-MG.

Era um clássico crucial para os objetivos no Brasileirão, e o Vasco foi mais eficiente e venceu o Botafogo, na noite desta segunda-feira (06), impondo contra a Estrela Solitária uma pressão em uma campeonato que já “estava garantido”.

Com a vitória, o Vasco chega a 37 pontos e sai da zona de rebaixamento. O número é o mesmo do Cruzeiro que abre o Z-4, mas a equipe carioca leva a melhor nos critérios de desempate.

O Botafogo continua líder, mas a derrota aumenta a pressão sobre o time, que tem a mesma pontuação do segundo colocado, Palmeiras. Ambos com 59.

O time de Lucio Flavio, entretanto, tem uma partida a menos.

Primeiro tempo

O Botafogo começou impondo seu ritmo, com ocupação do campo de ataque e posse de bola, mas tinha dificuldade de superar a última linha de defesa adversária.

O Vasco não era mais efetivo ofensivamente, não conseguia fazer a transição e tenta suportar as ofensivas rivais.

As duas equipes apostavam nos chuveirinhos e nas jogadas de bola parada. Até que, aos 28, Paulo Henrique fez bonita jogada individual, driblando dois marcadores, para acertar um chute forte no cantinho de Perri, para abrir o placar.

O time de Lucio Flavio teve de sair, se expôs, e passou a receber mais contra-ataque do Vasco, que poderia ter ampliado em cabeçada de Paulinho, que passou raspando o gol.

Segunda etapa

O Botafogo voltou do intervalo tentando impor pressão, com todos os jogadores no campo de ataque, enquanto o time da casa recuava, aguardando o melhor momento de atacar.

A noite de Tiquinho, Victor Sá e Junior Santos não foi das melhores diante da bem arrumada defesa vascaína, liderada por Maicon, em partida impecável.

Entraram Segovinha, Diego Costa, Carlos Alberto, que tampouco mudaram o quadro para o Botafogo.

Na reta final, o Vasco ensaiou contra-ataques, levou perigo em cabeçada de Paulinho e soube administrar o jogo, mesmo com clara exaustão, para garantir a vitória.

O próximo jogo do Vasco é no Caldeirão, domingo (12) contra o lanterna do campeonato o América-MG.

Léo Vilhena
@LeoVilhenaReal

 

Rede GNI | A verdade dos fatos é a nossa notícia https://redegni.com.br/ Twitter: @RedeGNI Gettr: @RedeGNI Instagram: RedeGNIreal