RedeGNI

Global News International

AFPAgências de Notícias Internacionais

México: Ataques de gangues armadas deixam 24 mortos

Ao menos 24 pessoas, incluindo vários policiais, morreram na segunda-feira, 23, em três ataques armados em regiões do México muito afetadas pelas ações de narcotraficantes, informaram as autoridades.


No ataque mais violento, 13 pessoas morreram e duas ficaram feridas na cidade de Coyuca de Benítez (sul), informou o Ministério Público do estado de Guerrero, sem especificar quantos oficiais e civis faleceram na ação.


Um comunicado divulgado algumas horas antes pelo vice-procurador mencionou as mortes de 11 policiais municipais, enquanto o prefeito da cidade, Ossiel Pacheco, anunciou que dois funcionários do município também morreram no ataque: o secretário de Segurança municipal, Alfredo Alonso López, e o comandante da polícia preventiva, Honorio Salinas.


Quatro civis e um policial foram assassinados e duas pessoas ficaram feridas em um ataque no município de Tacámbaro, estado de Michoacán, vizinho de Guerrero. As duas regiões são cenários frequentes de ações violentas atribuídas aos cartéis do narcotráfico, que comandam corredores estratégicos nos estados para vender drogas ao longo da costa do Pacífico.


Além disso, seis pessoas morreram em um confronto ente supostos traficantes de drogas na cidade de San Miguel Canoa (estado de Puebla, centro), a quase 120 quilômetros da Cidade do México.


ANI/AFP/ODIA/GNI/RNT

Midia move o mundo