A verdade dos fatos é a nossa notícia

Brasil

Neta de 11 anos tenta matar os avós, colocando fogo no sofá; eles pularam do 4º andar

Dois moradores pularam da janela de um apartamento, no quarto andar, e escaparam de um incêndio em condomínio no Bairro Ipanema, em Patos de Minas (MG), na tarde deste sábado (14).

Segundo a Polícia Militar (PM), no apartamento, moram um casal e a neta deles, de 11 anos. Durante o dia, a menina teria discutido com os avós. Posteriormente, ela ateou fogo em um sofá.

A criança saiu do apartamento e desceu pelas escadas para ir brincar no play. O fogo se espalhou rapidamente. Com isso, o casal, que estava no quarto, precisou pular da janela.

As quedas foram amortecidas por colchões que foram colocados por vizinhos embaixo da janela do apartamento. Nas imagens que circularam nas redes sociais também é possível ver um policial militar ajudando os moradores. Equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram ao local.

A avó da menina foi levada ao Hospital Regional Antônio Dias (HRAD) com dores nas pernas e no peito. Ela, que teria inalado fumaça, segue em observação. Já o homem que pulou em seguida não precisou ir ao hospital.

A Polícia Civil e a Defesa Civil também foram chamadas.

Oscilações de humor, obsessão por bruxaria e fogo: criança de 11 anos que incendiou casa dos avós já preocupava família

Uma série de comportamentos da criança de 11 anos que ateou fogo na casa dos avós e depois saiu para andar de patins, em Patos de Minas (MG), está sendo analisada. Há relatos de que a menina já tinha apresentado oscilações de humor antes de ter tido a reação inesperada de incendiar o apartamento e deixar os avós trancados no quarto. Ela teria reagido ao fato de que a avó a proibira de usar o celular porque teria visto várias buscas feitas pela neta por “rituais de bruxaria”. A polícia ainda não sabe se o incêndio teve relação com o interesse pelo tema.

A cena de dois idosos pulando do 4º andar do prédio para fugir do fogo viralizou nas redes sociais no último fim de semana. O momento foi desesperador e era possível ver que o idoso foi quem convenceu e ajudou a mulher a pular primeiro. Depois ele próprio saltou. A queda dos dois foi amortecida por colchões colocados por vizinhos e eles foram socorridos e levados para um hospital. A avó de 53 anos apresentava dor no peito e nas pernas e foi levada para o Hospital Regional Antônio Dias (HRAD). . O avô tem 70 anos e não precisou de atendimento médico.

Antes de atear fogo, a menina teria pedido para usar o celular, o que foi negado pela avó. Ela então trancou os dois no quarto por fora e deu início ao incêndio. Os idosos arrombaram a porta para sair, mas a sala já pegava fogo. Foi quando perceberam que só conseguiriam sair pulando e então romperam a tela de proteção da janela. Do lado de fora, moradores já estavam a postos para ajudá-los e uma grande quantidade de fogo e fumaça já era vista no apartamento.

Depois de ter incendiado o apartamento, a criança desceu para o play para andar de patins. As primeiras informações sobre as circunstâncias foram publicadas pela Rádio Itatiaia e jornal O Tempo, que tiveram acesso ao conteúdo do Boletim de Ocorrência registrado pela Polícia Militar.

Quando os Bombeiros chegaram no condomínio, no bairro de Ipanema em Patos de Minas, o casal já havia escapado. O avô não precisou de atendimento médico, já a avó, com dores nas pernas e no peito, foi encaminhada ao Hospital Regional Antônio Dias (HRAD).

A criança foi entregue à mãe e será acompanhada pelo Conselho Tutelar. A Polícia Civil de Minas informou que “irá analisar as causas e circunstâncias do fato”.

O Globo/GNI/RNT

Midia move o mundo