A verdade dos fatos é a nossa notícia

F1Manchete

Max Vertsappen vence na Itália; GP de Monza F1 2023 foi sensacional

Max Verstappen suou, mas jogou água no vinho dos tifosi e faturou o GP da Itália deste domingo após 15 voltas de um minucioso duelo com Carlos Sainz, pole e terceiro colocado.

Sua 12ª vitória do ano e décima consecutiva bateu o recorde estabelecido por Sebastian Vettel em 2013, de nove triunfos sucessivos numa temporada. Sergio Pérez chegou em segundo lugar e completou a 28ª dobradinha da RBR ao superar Charles Leclerc e depois o próprio Sainz na corrida.

Este foi o segundo triunfo do holandês no Circuito de Monza, casa da rival Ferrari. Max também se torna o primeiro piloto em cinco anos a vencer duas vezes na pista.

A Ferrari conseguiu salvar ao menos o pódio com Sainz, mas não foi fácil; Leclerc cedeu à pressão de Pérez e sua tentativa de retaliação no fim da prova não rendeu.

O próprio espanhol também teve que fechar a porta para o mexicano a todo custo, mas não evitou a dobradinha da RBR na casa da escuderia italiana – que sofreu ainda com a briga de seus pilotos pelo terceiro lugar na volta 47.

A prova teve problemas antes mesmo de seu início de fato: Yuki Tsunoda, que largaria em 11º, parou no gramado da Parabolica com falha no motor da AlphaTauri.

A largada foi abortada e a abertura da corrida postergada por 23 minuto; de 53 voltas, ela foi reduzida para 51.

Resultado

  1. Max Verstappen (RBR)
  2. Sergio Pérez (RBR) +6s064
  3. Carlos Sainz (Ferrari) +11s193
  4. Charles Leclerc (Ferrari) +11s377
  5. George Russell (Mercedes) +23s028
  6. Lewis Hamilton (Mercedes) +42s679
  7. Alexander Albon (Williams) +45s106
  8. Lando Norris (McLaren) +45s449
  9. Fernando Alonso (Aston Martin) +46s294
  10. Valtteri Bottas (Alfa Romeo) +1m04s056
  11. Liam Lawson (AlphaTauri) – 1m10s638
  12. Oscar Piastri (McLaren) +1m13s074
  13. Logan Sargeant (Williams) +1m18s557
  14. Guanyu Zhou (Alfa Romeo) +1m20s164
  15. Pierre Gasly (Alpine) +1m22s510
  16. Lance Stroll (Aston Martin) +1m27s266
  17. Nico Hulkenberg (Haas) – 1 volta
  18. Kevin Magnussen (Haas) – 1 volta
    Esteban Ocon (Alpine) – ABANDONOU
    Yuki Tsunoda (AlphaTauri) – NÃO LARGOU

A F1 retorna daqui a duas semanas em 17 de setembro, com o GP de Singapura, 15ª etapa da temporada. 

A prova italiana foi marcada por duelos intensos, dos quais decorreram uma série de contatos e punições a pilotos como Lewis Hamilton, George Russell, Oscar Piastri e Logan Sargeant. A Mercedes e a McLaren se viram mais distantes de RBR e Ferrari, com isso, disputando as posições adjacentes abaixo da líder e da equipe da casa.

Entre os nomes no top 10, entretanto, destaca-se Alexander Albon, mais uma vez pontuando para a Williams ao largar em sexto e chegar em sétimo. Seu colega, Sargeant, chegou perto de pontuar pela primeira vez ao ocupar a 11ª colocação, mas foi punido no fim da prova.

GE/GNI

Rede GNI | A verdade dos fatos é a nossa notícia https://redegni.com.br/ Twitter: @RedeGNI Gettr: @RedeGNI Instagram: RedeGNIreal