A verdade dos fatos é a nossa notícia

EsportesF1Manchete

GP da Holanda de F1: Verstappen vence uma ‘corrida maluca’

Se o GP de Mônaco tem as 4 estações do ano em um único dia, o GP da Holanda de 2023 de Fórmula 1, teve as 4 estações em uma única hora. Que GP maluco… Sol, chuva, sol, tempestade, sol e mais chuva …

A chuva, a tempestade e o sol bagunçou o GP da Holanda deste domingo, mas a superioridade de Max Verstappen segue inabalada.

No retorno da F1 após as férias de verão, o bicampeão obteve sua terceira vitória em casa e a nona sucessiva de 2023, igualando recorde estabelecido por Sebastian Vettel em 2013 de mais triunfos consecutivos no ano.

Fernando Alonso, que largou em quinto, foi segundo. Pierre Gasly, inicialmente 12º, completou o pódio – o segundo da Alpine na temporada.

Verstappen largou da pole position, mas não teve vida fácil: demorou a adotar pneus intermediários quando a chuva chegou na largada e viu Pérez antecipar a estratégia.

A superioridade do bicampeão e a movimentação da corrida jogaram contra o mexicano, superado na volta 13; Max, porém, não chegou a abrir mais que 10s de vantagem sobre ele.

A chuva se foi tão rápido quanto chegou e, em dez voltas, os pilotos já tinham parado duas vezes.

E a precipitação voltou com muita força a 11 voltas para a bandeirada, momento em que Pérez escapou da pista na curva 1 e perdeu a vice-liderança.

Em terceiro, ele ainda foi punido por acelerar no pitlane e ultrapassado na bandeirada por Gasly.

O bicampeão da RBR demorou a visitar o pit lane para adotar pneus de chuva forte, novamente.

E apesar de manter a liderança, teve que segurar a pressão de Alonso, a menos de 1s dele na relargada que sucedeu uma bandeira vermelha de 43 minutos.

Resultado

  1. Max Verstappen (RBR)
  2. Fernando Alonso (Aston Martin)*
  3. Pierre Gasly (Alpine)
  4. Sergio Pérez (RBR)
  5. Carlos Sainz (Ferrari)
  6. Lewis Hamilton (Mercedes)
  7. Lando Norris (McLaren)
  8. Alexander Albon (Williams)
  9. Oscar Piastri (McLaren)
  10. Esteban Ocon (Alpine)
  11. Lance Stroll (Aston Martin)
  12. Nico Hulkenberg (Haas)
  13. Liam Lawson (AlphaTauri)
  14. Kevin Magnussen (Haas)
  15. Valtteri Bottas (Alfa Romeo)
  16. Yuki Tsunoda (AlphaTauri)
  17. George Russell (Mercedes)
    Guanyu Zhou (Alfa Romeo) – ABANDONOU
    Charles Leclerc (Ferrari) – ABANDONOU
    Logan Sargeant (Williams) – ABANDONOU.

 

*Ponto extra de volta mais rápida da corrida.

A próxima etapa da F1 será o GP da Itália em 3 de setembro, válido como a 14ª etapa da temporada. Restam oito rodadas para o fim do campeonato.

GE/GNI


Rede GNI | A verdade dos fatos é a nossa notícia https://redegni.com.br/ Twitter: @RedeGNI Gettr: @RedeGNI Instagram: RedeGNIreal