RedeGNI

Global News International

BrasilDestaqueEsportes

Internautas responsabilizam Ednaldo Rodrigues pelo fracasso da Seleção Brasileira

Após derrota para Argentina, internautas responsabilizam Ednaldo Rodrigues pelo fracasso da Seleção Brasileira

A derrota da Seleção Brasileira Sub-20 para a Argentina por 1 a 0, neste domingo (11), no Estádio Brígido Iriarte, em Caracas, pela última rodada do quadrangular final do Pré-Olímpico, causou uma comoção no futebol brasileiro. A eliminação da equipe, que não disputará as Olimpíadas de Paris 2024, pela primeira vez desde 2004, gerou uma onda de críticas à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e ao seu presidente, Ednaldo Rodrigues.

Nas redes sociais, as hashtags #EdnaldoRodrigues e #ObrigadoCBF rapidamente se tornaram um dos tópicos mais comentados no Brasil. Internautas criticaram fortemente a gestão do presidente da CBF.

A 21ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro havia afastado Ednaldo Rodrigues da presidência da CBF, anulando um Termo de Ajustamento de Conduta entre a confederação e o Ministério Público fluminense, firmado em 2022. Esse acordo, conhecido como TAC, possibilitou a eleição de Ednaldo para a presidência da entidade. Em resposta a uma ação movida pelo PCdoB no Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes suspendeu, em 4 de janeiro, a decisão do Tribunal de Justiça do Rio. Ele argumentou que o Ministério Público possui legitimidade para celebrar acordos como o estabelecido com a CBF, sem que isso configure interferência indevida na entidade. Em seu mais recente parecer ao STF, Gonet afirmou que, no momento, não há elementos que justifiquem a alteração de seu posicionamento anterior.

Midia move o mundo