A verdade dos fatos é a nossa notícia

BrasilDestaquePolítica

CNA lança projeto para apoiar mulheres no agro negócio

CNA lança projeto para apoiar mulheres de pequenos e médios negócios rurais e ajudá-las a exportarem seus produtos

Agro.BR Mulheres foi estruturado com base em três pilares; atualmente existem 10 milhões de empreendedoras no Brasil

A Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) lançou um projeto, intitulado Agro.BR Mulheres, para apoiar pequenas e médias empresárias rurais que queiram exportar seus produtos. Sueme Moru, diretora de Relações Internacionais da CNA, disse que o projeto foi estruturado com base em três pilares. “O primeiro é estruturar um alicerce forte, onde elas possam adquirir conhecimento técnico e sejam instruídas para que consigam desenvolver habilidades e competências que ainda não possuem. O segundo é a geração de negócios, em que serão apresentadas ferramentas para promover oportunidades, como rodadas e missões internacionais”, explicou. Já o terceiro pilar é a criação de conexões para promover a troca de experiências e uma rede de apoio a essas mulheres. “A iniciativa conta com sete mentores e 14 mulheres mentoradas que possuem o mesmo nivelamento na trilha do Agro.BR e que nunca exportaram diretamente”, explicou Padilla.

O Agro.BR é um projeto realizado em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), que busca a internacionalização de produtos agropecuários brasileiros e a diversificação da pauta exportadora do país. Alguns dos produtos das empresárias são palmito, nibs de cacau, chás, castanha de caju, café, chocolate, mel, azeite, cachaça, frutas e legumes. Segundo a diretora de Relações Institucionais e Governamentais da Rede Mulher Empreendedora, Adriana Rodrigues, existem 10 milhões de mulheres empreendedoras no Brasil e dessas, 51% são responsáveis pelo lar. “As principais motivações que levam uma mulher brasileira a empreender é a falta de emprego e fazer a diferença no mundo. Então temos que estar ligadas e nos apoiar cada vez mais”.

Jovem Pan

Midia move o mundo