A verdade dos fatos é a nossa notícia

Agências de Notícias Internacionais

Javier Milei toma posse como presidente e diz que Argentina está ‘em ruínas’: ‘No hay plata’

O novo presidente da Argentina, Javier Milei, foi empossado na manhã deste domingo (10) e disse no primeiro discurso após assumir o cargo, que herda um país em estado catastrófico, com alto endividamento e inflação, e será necessário adotar medidas de choque e cortar gastos para estabilizar a economia.

“Nestes dias muito se falou sobre a herança que vamos receber. Que fique claro: nenhum governo recebeu uma situação pior do que estamos recebendo”, disse Milei. “O kirchnerismo, que em seu início dizia ter superavit fiscal e externo, nos deixa déficits que representam 17% do PIB.”

“Não existe solução sem atacar o déficit fiscal. A solução implica um ajuste no setor público, que cairá sobre o Estado, e não sobre o setor privado”, acrescentou.

Quebrando o protocolo, Milei discursou fora do Congresso, perante uma multidão e diversas (dezenas) de autoridades de outros países.

Veja algumas frases do discurso de posse no Congresso:

  • Hoje começa uma nova era na Argentina.
  • Damos por terminada uma longa e triste história de decadência e começamos o caminho da reconstrução do país.
  • Hoje enterramos décadas de fracasso.
  • Nossos líderes decidiram abandonar um modelo que nos havia deixado ricos e abraçaram as ideias empobrecedoras dos coletivismo, um modelo que só gera pobreza.
  • Assim como a queda do Muro de Berlim marcou o fim de uma época trágica para o mundo, essas eleições marcaram o ponto de quebra para a nossa história.
  • Sabemos que no curto prazo a situação piorará.
  • Na área de segurança, a Argentina se converteu em um banho de sangue. O narcotráfico se apoderou das nossas ruas.
  • A única forma de sair da pobreza é com mais liberdade.

Dezenas de Autoridades estiveram presentes na Argentina

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi uma das autoridades mais requisitadas e aplaudidas na Argentina. Também esteve presente o governador de Santa Catarina, Jorginho Mello (PL), e vários deputados e senadores brasileiros foram à Argentina para participar da cerimônia, e se reuniram com líderes do país vizinho.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não participou da posse e enviou o ministro das Relações Exteriores para representar o país.

Estiveram presentes:

  • Felipe VI, o rei da Espanha;
  • Gabriel Boric, presidente do Chile;
  • Luis Lacalle Pou, presidente do Uruguai;
  • Santiago Peña, presidente do Peru;
  • Vahagn Khachaturyan, presidente da Armênia;
  • Viktor Orbán, primeiro-ministro da Hungria;
  • Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia.

Léo Vilhena
Rede GNI

Rede GNI | A verdade dos fatos é a nossa notícia https://redegni.com.br/ Twitter: @RedeGNI Gettr: @RedeGNI Instagram: RedeGNIreal