A verdade dos fatos é a nossa notícia

Brasil

Mil corpos são localizados em cidade inundada após tempestades na Líbia

O ministro da Aviação Civil e também integrante do Comitê de Emergência criado após enchentes devastarem parte da Líbia, Hichem Chkiouat, informou nesta terça-feira (12) que mil corpos foram recuperados após as águas das inundações baixarem.

“Voltei de Derna. É muito desastroso. Os corpos estão por toda parte – no mar, nos vales, sob os edifícios”, disse Hichem Chkiouat à Reuters.

Os corpos foram encontrados na cidade de Derna, no leste do país, uma das regiões mais atingidas por inundações provocadas por fortes temporais. Segundo ele, 25% da cidade desapareceu.

“O número de corpos recuperados em Derna é superior a 1.000. Não estou exagerando quando digo que 25% da cidade desapareceu. Muitos, muitos edifícios desabaram”.

O número de mortos, no entanto, não é definitivo e pode aumentar. “Ainda não é possível saber o número total de vítimas, mas será muito grande”, previu Chkiouat.

Autoridades estimam que o número de mortos pode passar de 2 mil. Autoridades vinculadas à Crescente Vermelha afirmam que cerca de 10 mil pessoas seguem desaparecidas.

A Líbia pediu ajuda internacional para a região atingida por enchentes.

A força da água varreu o que estava pela frente e destruiu casas. Em uma estrada, carros tentaram vencer a correnteza.

Situação de desastre e três dias de luto foram declarados nas áreas mais atingidas da província Cyrenaica, no leste do país.

Na cidade de Derna, que tem 100 mil habitantes, houve deslizamento de terra e relatos de que duas barragens se romperam. Segundo autoridades locais, a água cobriu grande parte da região e levou junto moradores.

O governo americano afirmou que está trabalhando com a ONU para oferecer apoio ao país. M

A tempestade Daniel atingiu a Líbia no domingo (10). Imediatamente, escolas e o comércio foram fechados.

Antes de chegar ao norte da África, a tempestade Daniel levou estragos à Grécia, Turquia e Bulgária. Agora, a tormenta perdeu força e chegou ao Egito, onde autoridades estão em alerta.

ANI

Rede GNI | A verdade dos fatos é a nossa notícia https://redegni.com.br/ Twitter: @RedeGNI Gettr: @RedeGNI Instagram: RedeGNIreal