A verdade dos fatos é a nossa notícia

EsportesF1

FIA aplica várias punições e resultado final do GP da Áustria sofre alterações

A classificação final do GP da Áustria, vencido por Max Verstappen neste domingo, mudou. A Federação Internacional de Automobilismo aceitou protesto da Aston Martin, que reivindicou que “vários carros” não foram penalizados por ultrapassar as linhas brancas, uma violação ao artigo 33.3 do regulamento esportivo da F1. Conforme divulgado pela FIA às 16h26, 83 tempos de volta foram deletados. 12 novas punições foram emitidas, o que afetou o grid final (veja abaixo).

No total, nove pilotos foram penalizados durante e após o fim da corrida: Carlos Sainz, Lewis Hamilton, Pierre Gasly, Esteban Ocon, Logan Sargeant, Nyck de Vries, Yuki Tsunoda, Alexander Albon e Kevin Magnussen. Sem quaisquer penalizações a Verstappen, Leclerc ou Pérez, o pódio está mantido.

Houve três mudanças dentro do top 10. Sainz caiu de quarto para sexto, garantindo ganho de posições a Lando Norris e Fernando Alonso. Hamilton passou da sétima para a oitava colocação; Gasly trocou de lugar com Stroll e fecha a zona de pontuação, em décimo.

Esteban Ocon e Nyck de Vries perderam duas posições cada e agora estão em 14º e 17º, respectivamente. Yuki Tsunoda desceu para a lanterna, e Kevin Magnussen é o novo 18º colocado.

GE/GNI


Rede GNI | A verdade dos fatos é a nossa notícia https://redegni.com.br/ Twitter: @RedeGNI Gettr: @RedeGNI Instagram: RedeGNIreal