Witzel recorre ao STF para retornar ao governo do Rio

É inegável que pela primeira vez nos últimos 30 anos o Rio de Janeiro está recuperando-se na área econômica, fiscal e administrativa, graças a impecável administração do governador Cláudio Castro (PL).

Até os salários do funcionalismo fluminense, todos eles, estão em dia e ainda vai pagar o mês de janeiro de forma adiantada no dia 31 de Dezembro de 2021.

Isso nunca ocorreu.

Dos últimos 7 governadores presos, Cláudio Castro (PL) é o primeiro que sequer responde por corrupção.

Quando tudo estava ‘correndo’ com tranquilidade e o Rio vivendo dias de paz na área econômica, eis que vem o ex-governador Wilson Witzel, que as investigações do Tribunal de Contas Fluminense, apontam que roubou os cofres do Rio de Janeiro, e ingressa no STF pedindo a anulação da decisão que manteve sua condenação e o afastou do cargo em 2020.

Caso o ministro Alexandre de Moraes aceite o pedido, Witzel poderá voltar a comandar o governo do estado.

Witzel foi condenado por crime de responsabilidade pelo Tribunal Especial Misto, formado por deputados estaduais e desembargadores. Na ocasião, o ex-governador também recorreu ao STF, mas Moraes manteve a decisão em julho deste ano.

Léo Vilhena | Rede GNI