Você tem o direito de ser trans, mas não tem o direito de frequentar banheiro com crianças!

Eu entendo e respeito o direito de um homem se identificar como uma mulher, e uma mulher se identificar como um homem, cada um faz da sua vida o que bem desejar.

Isso é um fato!

Respeito está acima de convicções pessoais, políticas, religiosas, ideológicas e de gênero.

Mas não vou concordar, JAMAIS, com uma pessoa trans frequentar banheiros do gênero que essa pessoa se identifica, ou seja, um homem trans deve frequentar banheiro conforme a sua genitália, e no caso é feminina, e uma mulher trans deve frequentar banheiro conforme a sua genitália, e no caso é masculina.

Não vou admitir que as minhas filhas, menores impúberes, assistam uma mulher trans frequentar o banheiro feminino, colocando a piroca para fora para mijar…

Esse direito ao RESPEITO deveria partir das pessoas trans, respeitando o direito de quem não é trans.

E aonde ela vão mijar?

Os shoppings, mercados e lojas que construam banheiros próprios para a turma trans…

Se dentro de um banheiro feminino, mostrar a piroca para a minha filha… o bagulho vai ficar doido!

Homofobia? NÃOOOOOOOOOO, isso se chama respeito a quem não é trans! Cada um no seu quadrado.

Quer ser trans?

Seja feliz com a sua escolha ou com a sua decisão em se assumir, parabéns, mas respeite o direito de quem não é trans!

Léo Vilhena | Rede GNI

Leia Também

É ruim viver nessa geração e eu vou te provar

Leia Mais

Um homem pode ser uma mulher trans, e uma mulher pode ser um homem trans

Leia Mais

O Presidente está coberto de razões em processar Alexandre de Moraes

Leia Mais