Um ataque covarde: Homem invade jardim de infância e deixa quatro mortos

Um ataque a tiros em um jardim de infância deixou ao menos quatro mortos na Rússia, incluindo o atirador. A ocorrência foi registrada em Ulyanovsk, região Central do país. Conforme a agência de notícias russa Interfax, uma fonte informou que o autor do crime cometeu suicídio após o ataque. Segundo o governador Alexei Russkikh, um professor também ficou ferido e está recebendo atendimento médico.

“Expresso minhas profundas condolências às famílias e amigos das vítimas. Esta é uma perda irreparável para todos nós”, disse Russkikh em comunicado.

Citando o ex-governador da região e deputado da Duma Sergei Morozov, a agência RIA informou que uma das vítimas teria nascido em 2016 e a outra em 2018. A terceira seria um professora com cerca de 30 anos. A motivação do crime ainda será investigada.

Segundo o jornal Moscou Times, o canal no Telegram Baza, que compartilha informações sobre serviços de segurança da Rússia, publicou relatos de que o homem estava armado com uma espingarda registrada no nome de uma pessoa com mais de 60 anos. O atirador, porém, seria muito mais jovem. Os relatos ainda não foram confirmados pelas autoridades.

Outro canal de notícias local, ENews112, reportou que uma professora limpava a área externa da creche quando o atirador chegou ao local. Ele teria atirado no braço dela, mas a vítima conseguiu correr e gritou para que todos no prédio fossem para o segundo andar.


 

Leia Também

Agressor de procuradora-geral não alegou arrependimento, diz delegada

Leia Mais

Idosa e diarista são encontradas degoladas em imóvel de luxo

Leia Mais

Fluminense vence o Atlético-MG no Maracanã em noite de oito gols

Leia Mais