Tragédia no rio: 4 mortos, marido, filho, neto e enteada

Uma parente das vítimas que morreram afogadas no Rio Grande, entre Iturama (MG) e Ouroeste (SP), contou ao g1 que “tudo aconteceu de uma forma muito rápida”.

A feirante Soneide de Santana Ramos, de 51 anos, era esposa, mãe e avó de três das vítimas, e viu quando elas se afogaram ao tentar salvar uma criança, enteada da filha dela.

Gilson Alves Ramos, de 60 anos, Gilsonei de Santana Ramos, de 33, Pablo Ruan Ramos Silva, de 12, e Kaique Eduardo Maximiano Estrela da Silva, de 9, se afogaram na noite de Natal, sábado (25).

Equipes dos bombeiros foram chamadas e começaram a fazer buscas pelas vítimas. O corpo de Gilsonei foi encontrado no domingo (26); os de Gilson e Pablo Ruan na segunda (27); e o de Kaique na madrugada desta terça-feira (28).

Moradora de Ouroeste, Soneide Ramos relatou que a família chegou ao Rio Grande por volta das 16h do último sábado. Ela é mulher de Gilson, mãe de Gilsonei e avó de Pablo Ruan. Kaique era enteado de uma das filhas da feirante.

“O rio estava bem vazio, mas, de uma hora para outra, começou a chegar muita água. Eu, minhas três filhas, meu esposo e meu filho conseguimos sair da água. Meu genro estava bem atrás, com o filho, mas não deu tempo de sair. Nós escutamos um grito de socorro e vimos uma mão”, relatou.

Após perceberem que a criança e o homem estavam se afogando, o marido, o filho e o neto de Soneide entraram na água para tentar socorrê-los.

g1

error: CONTEÚDO PROTEGIDO