Tragédia em Petrópolis: há incontáveis desaparecidos

A forte chuva que caiu na cidade de Petrópolis na tarde de terça-feira (15) deixou ao menos 36 mortos, de acordo com a Polícia Civil.

O número certamente aumentará nas próximas horas: as buscas por desaparecidos continuam e corpos são encontrados a todo o momento. Entre os mais de 171 pontos de deslizamento, o mais crítico é o do Morro da Oficina: parte da encosta foi literalmente abaixo durante a tarde.

O município decretou Estado de Calamidade Pública e os militares seguem trabalhando. Há previsão de mais chuva para esta quarta-feira.


O comandante do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, que está em Petrópolis, em entrevista a TV Band afirmou que existem de dezenas ou centenas de desaparecidos, mas neste momento não pode informar um número exato de desaparecidos por que ainda estão em fase de levantamento de informações.


Após o temporal que caiu na tarde de terça-feira, a região central ficou completamente destruída. Ao menos 12 corpos foram encontrados na Rua do Imperador, uma das mais famosas e turísticas da cidade.

Na Rua Teresa, conhecida pelo seu comércio têxtil, uma encosta deslizou e dezenas de veículos ficaram pelo caminho.


Com informações da redação de O DIA e edição de Léo Vilhena da Rede GNI


LEIA TAMBÉM
Tragédia em Petrópolis: Muitos mortos e desaparecidos após temporal e deslizamentos
Tragédia em Petrópolis: Galeria de fotos
Tragédia em Petrópolis: Equipes de resgate recolhem corpos nas ruas de Petrópolis após temporal


Tragédia em Petrópolis: Galeria de fotos

Leia Também

Madrasta ‘ficou rindo’ ao servir mais feijão envenenado ao enteado

Leia Mais

Ex-namorado de jovem morta a tiros é apreendido e confessa o crime

Leia Mais

Madrasta suspeita de envenenar enteados com chumbinho é presa

Leia Mais