Tragédia em Pernambuco: Sobe para 33 nº de mortos pelas chuvas no Grande Recife

Chegou a 28 o número de mortes em deslizamentos de barreira confirmadas no Grande Recife neste sábado (28). Com esse acréscimo, aumentou para 33 o número de óbitos devido às fortes chuvas que atingem a Região Metropolitana e a Zona da Mata desde segunda-feira (23).

No Recife, além de uma morte no Córrego do Jenipapo e outra no Sítio dos Pintos, outras 20 pessoas morreram devido a um deslizamento de terra na comunidade Jardim Monte Verde, no bairro do Ibura, na Zona Sul da capital pernambucana.

Em Camaragibe, no Grande Recife, seis pessoas morreram após um deslizamento de barreira na manhã deste sábado (28). Os nomes e as idades das vítimas não foram divulgados até a última atualização desta reportagem.

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), Camaragibe registrou 129 milímetros e o Recife contabilizou 150 milímetros até o início da tarde deste sábado (28). De manhã, as outras duas vítimas que morreram na capital pernambucana foram:

  • Claudemir Barbosa: 18 anos, morreu soterrado após o deslizamento de uma barreira na Rua Padre Antônio Prado, no Córrego do Jenipapo, na Zona Norte do Recife, por volta das 4h. O corpo do jovem foi encontrado por volta das 9h.
  • Luciano José de Santana: 47 anos, morreu soterrado após um deslizamento de barreira no Sítio dos Pintos, na Zona Oeste do Recife, por volta da meia-noite e meia.

Óbitos durante a semana

As chuvas fortes que atingem o Grande Recife e a Zona da Mata desde o domingo (22) provocaram a morte de outras cinco pessoas nesta semana:

  • José Cláudio da Silva: 62 anos – soterrado em deslizamento de barreira no Córrego do Abacate, no bairro de Águas Compridas, em Olinda.
  • Aureogildo Antônio de Vasconcelos Júnior: 36 anos: caiu num canal na Avenida Presidente Kennedy, no bairro, em Olinda.
  • Rosemary Oliveira da Silva: 44 anos, e Sérgio Pimentel dos Santos, de 54 anos: soterrados em deslizamento de barreira no Córrego do Abacaxi, no bairro de Caixa D’Água, em Olinda.
  • Alex Rodrigo da Luz: 41 anos, foi arrastado pela correnteza enquanto tentava resgatar um cavalo em uma rua alagada no Conjunto Muribeca, em Jaboatão.

Além dos óbitos, as chuvas fizeram com que quase mil pessoas deixassem as casas onde moram por causa dos alagamentos e deslizamentos de terra.


Leia Também

Agressor de procuradora-geral não alegou arrependimento, diz delegada

Leia Mais

Idosa e diarista são encontradas degoladas em imóvel de luxo

Leia Mais

Fluminense vence o Atlético-MG no Maracanã em noite de oito gols

Leia Mais