Torcedores do Manchester United cercam o ônibus do clube inglês

Os torcedores do Manchester United voltaram a protestar contra a família Glazer, que administra o clube, a poucas horas do clássico com o Liverpool, em Old Trafford, pelo Campeonato Inglês.

O duelo entre os dois gigantes ingleses era para ter ocorrido no dia 2 de maio, mas foi suspenso e remarcado para esta quinta-feira devido a distúrbios e invasões ao estádio – que estava e está fechado ao público – na ocasião.

Nesta quinta, segundo a imprensa britânica, os protestos não estão tão radicais como há 11 dias, além do fato do policiamento nos arredores ter sido reforçado. Mas, mesmo assim, um ônibus do Liverpool, mas que não levava jogadores (apenas material e membros do staff do clube),foi fechado por carros e teve sua passagem bloqueada – e posteriormente aberta com a ajuda da polícia.

Manchester United e Liverpool se enfrentam às 16h15 (de Brasília). O jogo, que vale muito para o Liverpool que luta por uma vaga na próxima Champions, será acompanhado em tempo real pelo ge.

ENTENDA A REVOLTA DA TORCIDA DO UNITED

Os irmãos Joel e Avram Glazer são alvos antigos da torcida do Manchester United, que protesta há muitos anos sobre a forma como a família vem conduzindo o clube. Eles herdaram a propriedade do United de seu pai, Malcom, empresário norte-americano que foi comprando ações de outros empresários no começo deste século.

Os irmãos, aos poucos, foram tomando medidas de gestão que irritaram a torcida, principalmente a abertura do capital do Manchester United na bolsa de Nova York. Com isso, tornou-se rotina nas arquibancadas do Old Trafford os pedidos para que a família deixe o comando do clube – o que esfriou, naturalmente, com a pandemia da Covid-19. Mas a participação do United na criação da Superliga Europeia trouxe novamente à tona a irritação dos torcedores com os donos do clube.