Sobe para 24 o número de mortos após deslizamento de terra no Equador

equador

Subiu para 24 o número mortos após um deslizamento de terra em Quito, capital do Equador, segundo o balanço desta quarta-feira (2) dos serviços de emergência do país.

Equipes de resgate dos bombeiros continuam com operações de buscas nas casas destruídas e ruas cobertas pela lama.

Ao menos 12 pessoas estão desaparecidas, segundo a Defesa Civil que confirmou ao menos 48 pessoas feridas.

Fortes chuvas que caíram na segunda-feira (31) contribuíram com a tragédia – e uma cratera chegou a se abrir em um bairro ao norte de Quito.

Vídeos publicados nas redes sociais mostram um rio de lama avançando pelas ruas da capital, levando tudo o que via pela frente: árvores, carros, lixeiras e até postes de eletricidade.

Choveu em Quito em apenas um dia o equivalente a 75 litros por metro quadrado, a maior medida em quase duas décadas.

O Equador tem enfrentado fortes chuvas em várias áreas do país, que causaram transbordamento de rios e afetaram centenas de casas e estradas.


Leia Também

Agressor de procuradora-geral não alegou arrependimento, diz delegada

Leia Mais

Idosa e diarista são encontradas degoladas em imóvel de luxo

Leia Mais

Fluminense vence o Atlético-MG no Maracanã em noite de oito gols

Leia Mais