Sidney Poitier morre aos 94 anos

O ator Sidney Poitier morreu aos 94 anos. A notícia foi confirmada nesta sexta-feira (7).

O falecimento foi anunciado por Fred Mitchell, Ministro de Relações Internacionais das Bahamas, segundo reporta o jornal The Independent. A causa da morte ainda não foi revelada.

Astro de ‘No Calor da Noite’ (1967) e de ‘Adivinhe Quem vem Para Jantar’ (1967), Poitier foi o primeiro artista negro a ganhar um Oscar de Melhor Ator. Ele recebeu a estatueta da Academia por sua performance em ‘Uma Voz nas Sombras’ (1963).

A notícia da partida do ator vem causando comoção nas redes sociais. O ídolo foi relembrado por famosos como Jeffrey Wright (‘Westworld’), George Takei (‘Jornada nas Estrelas’) e Whoopi Goldberg (‘A Cor Púrpura’).

De família das Bahamas, Poitier nasceu em Miami em fevereiro de 1927, durante uma viagem dos seus pais à Flórida. Ele cresceu no país insular no Caribe, mas se mudou para os Estados Unidos quando tinha 15 anos, onde seguiu a carreira de ator.

Seu primeiro papel de destaque foi o do médico Luther Brooks no filme ‘O Ódio é Cego’ (1950), do diretor Joseph L. Mankiewicz, que trata do racismo. Nos anos seguintes, ele também estrelou ‘Sementes de Violência’ (1955), ‘Cruel Dilema’ (1956) e ‘Acorrentados’ (1958).

Poitier também se sentou na cadeira de diretor diversas vezes. Seu trabalho mais famoso nesse papel foi a comédia ‘Loucos de Dar Nó’ (1980), estrelada por Gene Wilder e Richard Pryor.

AIN