Secretário de Saúde do AM é preso pela PF

O secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, foi preso nesta quarta-feira (2), em Manaus. Ele foi abordado pela Polícia Federal no aeroporto, ao sair de um avião. Em seguida, ele foi levado para a sede da PF para os procedimentos legais.

Campêlo é um dos alvos da operação da Polícia Federal que investiga irregularidades nos contratos com o Complexo hospital Nilton Lins, alugado pelo estado para ser usado como hospital de campanha no combate à Covid-19

Além de Câmpelo, o empresário Nilton Costa Lins Junior também foi preso na ação. Nilton Lins chegou a atirar contra agentes da Polícia Federal que cumpriam mandados em sua residência. Foram detidos ainda os empresário Sérgio José Silva Chalub, Rafael Garcia da Silveira, Frank Andrey Gomes de Abreu, Carlos Henrique Alecrim John.

Foram cumpridos mandados de busca na casa do governador Wilson Lima, na sede do governo do Amazonas, na Secretaria de Saúde e na casa de Campêlo. Há, ainda, autorização da Justiça para a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico do governador e do secretário de Saúde.

G1