Rock in Rio perdeu a sua identidade em troca de dinheiro

Eu acordei na manhã deste Domingo, 12/09, com uma mensagem do meu amigo, o baterista profissional, Christian Assis, que me deixou de queixo caído, olhos arregalados e com a certeza de que o Rock in Rio perdeu a sua identidade em troca de dinheiro

Para ‘atrair’ público e lotar a cidade do rock ‘vale vender a alma para o coisa ruim’…

A notícia é a seguinte:

O Rock in Rio te aguarda com: Ludmilla, Anitta, Ivete Sangalo e Pabllo Vittar.

Confesso, quase vomitei. Eu respondi ao meu amigo: Estão de sacanagem!

O que essas pessoas tem a ver com o ‘místico’ Rock in Rio?

Uma marca celebrada e solidificada como o maior show do mundo reunindo a nata do Rock…

Gente do céu…

Pabllo Vittar? O cara é tão ruim que consegue desafinar gritando e assobiando… Dizem alguns especialistas que esse ser inominável desafina até falando…

Annitta? A presença dela deve ser na cota obrigatória de ‘mostrar a bunda’, fora isso, não canta nada…

Ludmilla? Prefiro não comentar…

Ivete? O que  a ‘veveta’ tem haver com o Rock?  Axé virou contracultura?

AH MEO DEOOSSSSSS

Querem celebrar o rock? Convidem a rainha Madonna…

E pensar que em 11 de Janeiro de 1985 o mundo viu surgir uma marca que reunia os maiores astros do mundo: RIR.

O primeiro dia da história do Rock in Rio teve Queen, Iron Maiden, Whitesnake, Kid Abelha, Capital Inicial, Os Paralamas do Sucesso, AC/DC, Rod Stewart, Ozzy Osbourne e Scorpions…

Quem não cantou ‘Love of my life‘  à capela com Fred Mercury?

E agora tenho que aturar ouvir gritaria histérica e desafinada?

Lembram do slogan do Rock in Rio?

EU VOU…

… ficar em casa e com a tv desligada.


Léo Vilhena
Jornalista