Rio | Homem tem casa invadida por bandidos e depois desaparece

ATUALIZAÇÃO AS 10H06 | Policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) investigam se o corpo encontrado esquartejado em um matagal, na localidade de Itaipu, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, é de Álvaro Luiz Luna, de 57 anos. De acordo com testemunhas, o aposentado foi acusado de ter delatado traficantes da região. Álvaro teve sua casa invadida, no bairro Shangri-la, em Belford Roxo, e ainda foi sequestrado pelos criminosos no último domingo.


A família de Álvaro está no Instituto Médico Legal (IML) de Nova Iguaçu para tentar reconhecer o corpo não identificado. O carro do aposentado foi encontrado ao lado da vítima esquartejada. O veículo estava sem pneus, com marcas de tiros e com parte das janelas quebradas.


Segundo informações apuradas pela reportagem, Álvaro foi torturado e acusado de ser o “X-9 do morro”. Seriam cinco criminosos envolvidos, mas apenas dois entraram na casa do aposentado e ainda trancaram a mulher dele no banheiro, mesmo depois dela dar dinheiro para a dupla. Ainda segundo fontes, todos os bandidos são conhecidos na região. Eles atuam entre Vila Claudia e Mutirão Bafo do Porco.


Álvaro está desaparecido desde a manhã de domingo, quando teve a casa invadida pelos criminosos. Inicialmente, informações davam conta que os bandidos teriam entrado no local para praticar furtos, mas decidiram roubar o carro da vítima, que acabou sendo levado junto. Eles ainda levaram dinheiro e eletrodomésticos.


Após o ocorrido, moradores do bairro Shangri-la fizeram um ato contra a crescente violência na região. A estrada Miguel Couto, uma das principais vias do bairro, foi bloqueada com entulhos incendiados pelos manifestantes. O ato buscava chamar a atenção das autoridades.


Segundo os moradores do bairro, bandidos têm cometido crimes constantemente e sem nenhuma repreensão da polícia na região. Quem vive no local fala sobre a rotina de medo e da falta de policiamento. “Se tivesse policiamento nas ruas de Belford roxo, não teria tanto assaltos por aqui. Aqui você só vê uma viatura se chamar no 190. Isso quando vem, né?”, compartilhou uma usuária do Facebook.


Em nota, a Polícia Militar disse que o 39ºBPM (Belford Roxo) não foi acionado para a invasão do imóvel, mas garantiu que o policiamento segue intensificado na região do bairro Shangri-la, em Belford Roxo, e “com equipes atentas às possíveis alterações na localidade”.


ENTENDA A HISTÓRIA

Um homem está desaparecido desde a manhã deste domingo, quando teve sua casa invadida por criminosos, no bairro Shangrilá, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Identificado como Álvaro Luiz Luna, de 57 anos, o morador teria sido levado pelos criminosos junto com um carro durante o roubo ao imóvel. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), por meio do setor de Descobertas e Paradeiros.


De acordo com informações compartilhadas por parentes, ladrões invadiram a residência onde Álvaro mora por volta das 4h da manhã deste domingo. Os criminosos teriam entrado no local para praticar furtos, mas decidiram roubar o carro da vítima, que acabou sendo levado junto.


“Gente, esse é MEU PAI. Entraram na casa dele por volta das 4 horas da manhã de domingo levaram ele e o carro. Peço que nos ajudem a encontrar ele. Por favor, não passe informação falsa. A família agradece”, compartilhou Tamirys Luna, filha de Álvaro.


A Polícia Civil informou que o caso foi registrado na 54ª DP (Belford Roxo) e encaminhado para a DHBF, que assume as investigações. Os agentes da especializada realizam diligências nesta segunda-feira para revelar as circunstâncias do caso e localizar a vítima.


Após o ocorrido, moradores do bairro Shangrilá fizeram um ato contra a crescente violência na região. A estrada Miguel Couto, uma das principais vias do bairro, foi bloqueada com entulhos incendiados pelos manifestantes. O ato buscava chamar a atenção das autoridades.


O DIA

error: CONTEÚDO PROTEGIDO