Presidente do Vasco afirma que o time termina ano dando vexame

O presidente Jorge Salgado fez um novo pronunciamento sem detalhar o processo de reformulação do futebol do Vasco. Após o 3 a 0 sofrido diante do Londrina, neste domingo, pela última rodada da Série B, o dirigente disse que o clube terminou a temporada “dando vexame” e pediu desculpas ao torcedor.

Foi a segunda vez no mês de novembro que Salgado fez um pronunciamento. E, pela segunda vez, se recusou a responder perguntas dos jornalistas. No dia 12, sem chances matemáticas de acesso, o presidente já havia adiantado que o futebol do clube passaria por mudanças.

– Hoje é um dia muito triste para todos nós. Realmente esse ano foi um desastre para o futebol do Vasco. Quando começa o ano a gente tem a possibilidade de realizar um bom trabalho, mas no decorrer do ano as coisas não foram dando certo e a gente termina o ano dando um vexame tremendo. Talvez tenha sido o pior ano da história do Vasco, no ponto de vista do futebol, não vou falar de outras coisas só de futebol. Pedir as minhas desculpas aos torcedores do Vasco e a única coisa que eu posso dizer também é que a gente já começou a trabalhar para montar novamente o futebol para o ano de 2022. Então, mais uma vez dizer que compactuo com o sentimento do torcedor e infelizmente é uma situação muito ruim. Vamos olhar para frente e ver o que podemos fazer para corrigir essa situação – afirmou Salgado.

A transmissão do pronunciamento, pela Vasco TV, sofreu com a instabilidade do sinal de internet. Salgado precisou reiniciar a fala por uma vez. O técnico interino Fábio Cortez daria coletiva, mas a instabilidade impediu e, portanto, ele não falou sobre a derrota. A partir desta segunda-feira, os jogadores entram em férias.

O Vasco, após a saída do diretor executivo Alexandre Pássaro e do técnico Fernando Diniz, tem negociação com Ricardo Gomes. Ele deve ocupar um cargo na nova estrutura de diretoria de futebol. Com 15 derrotas e 13 vitórias, o Vasco terminou a Série B na 10ª colocação, com 49 pontos.