Por que eu amo The Walking Dead?

Eu escuto muita gente desavisada, preconceituosa e que não compreende o Universo Walker, falar muito mal da série que é aclamada pela crítica e pelo público e é considerada por muitos a melhor série de todos os tempos.

Ela detém até hoje os maiores recordes de audiência nos Estados Unidos e ao redor do mundo.

E por que falam mal?

Para mim, são reclamações de ‘adolescentes’: “Porque tem muitas cenas de mortes, sangues e zumbis…”

Mimimi…

Mas o que essas pessoas ‘ainda não sabem’ é que os zumbis não existem na vida real, são apenas personagens fictícios (que não existem na vida real) e que entram como ‘pano de fundo’ para a série discutir temas relevantes da nossa sociedade, como cuidado, proteção, sinceridade e humanidade. Apartir da segunda temporada, somos inebriados com um senso de família que só os frios de coração não percebem e não são envoltos por essa áurea familiar.

Assista TWD com um olhar crítico, comparando a sociedade em que vivemos, e você notará que: The Walking Dead valoriza o senso de proteção e família,

Em nenhuma outra série, eu vou repetir, em nenhuma se vê tanta falsidade, traição e vingança (agora deixa eu te perguntar: “Isso não existe na sociedade em que você vive?“, The Walking Dead apenas retrata a nossa sociedade), mas por outro lado, também em nenhuma outra série percebemos e temos exemplos de tantas ações de amor, de humanidade, de proteção ao seu próximo, de cuidar um do outro, de colocar a vida em risco pra cuidar de quem você ama…

São tantos exemplos de abnegações, em 10 anos, que fica difícil citar pelo menos 3 ou 5…

Para quem não sabe o que é abnegação’ é uma ação caracterizada pelo desprendimento e altruísmo, em que a superação das tendências egoísticas da personalidade é conquistada em benefício de uma pessoa, causa ou princípio; dedicação extrema; altruísmo.

Com um roteiro primoroso a série ‘apresenta’ algumas frases (de personagens) que são verdadeiras lições de vida:

O mundo que nós conhecemos acabou, mas manter nossa humanidade? Isso é uma escolha, decisão. Dale Horvath

Aprendemos, através de lições, que devemos manter a nossa integridade mesmo que o mundo à sua volta esteja um caos e a série nos ‘incita’ a sermos sempre sinceros, honestos, cuidadosos, protetores de quem amamos e sobreviventes, mesmo que a vida nos cerque de perigos, como por exemplos, zumbis ficcionais, que são exemplos de ‘perigos extremos que nos levam à morte’…

Eu já disse uma vez, The Walking Dead é um estilo de vida, você certamente vai se reconhecer em algum personagem, por exemplo, eu me identifico com o Negan.

E também aprendemos que pessoas maldosas podem se redimirem e converterem à sua vida em outra direção e passar ser uma pessoa ‘do bem’ e amada por todos.

Para mim, que amo tanto, Rick, Lori, Carl, Daryl, Carol, Andrea, Judith, Dale, Hershel, Beth, Maggie, Glenn, Bob, Sophie, Grace, Aaron, Jesus, Tara, Enid, Abraham, Rosita, Noah, T-dog, Tyresse, Morgan, Duane, Eugene, Shane, Magna, Connie e muitos outros, são ‘pessoas’ da minha família…

The Walking Dead é a melhor série de todos os tempos.


Léo Vilhena | Rede GNI
Jornalista


error: CONTEÚDO PROTEGIDO