Polícia investiga morte de policial civil no Rio de Janeiro

A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) vai investigar a morte de um policial civil, ocorrida dentro da Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, na madrugada desta terça-feira (5). O corpo de inspetor Guilherme da Silva Torres, de 47 anos, foi carregado de dentro da comunidade e deixado na porta do Instituto Estadual de Dermatologia Sanitária (Ieds), antigo Hospital Colônia de Curupaiti, no bairro Tanque. O agente retornou há pouco meses ao serviço, após ficar fora do país.


De acordo com a Polícia Militar, uma equipe do  18º BPM (Jacarepaguá) foi acionada para a região, onde houve a informação de um corpo deixado na Rua Godofredo Viana. No local, encontraram uma testemunha que contou que trabalha para uma empresa de outdoor e, ao ir trabalhar em um dos acessos à Cidade de Deus, foi sequestrada e obrigada por traficantes a entrar na comunidade e retirar o corpo do policial dentro de seu carro de trabalho.


A testemunha relatou que bandidos em uma moto acompanharam o veículo e deram ordem para que o corpo fosse deixado na porta do hospital. A vítima apresentava marcas de tiros.

Anderson Justino | O Dia