Pistoleiro é contratado por mulher para matar o ex em Goiás

A Polícia Civil prendeu um pistoleiro suspeito de ser contratado por uma mulher para matar o ex-marido dela, mas começou a chantagear o alvo para não cometer o assassinato, em Goiânia. Segundo o delegado Rhaniel Almeida, a ex-mulher da vítima não foi presa, mas ela e outras duas pessoas também são investigadas.

“As investigações demonstraram que a mulher, que havia recentemente se separado do marido, por não aceitar essa separação, contratou esse pistoleiro, com o auxilio de dois intermediários, para matar o próprio ex-marido”, disse o delegado.

Como o nome do preso e dos demais suspeitos não foram divulgados, o G1 não conseguiu localizar as defesas deles para que se posicionem. À polícia, o detido confessou o crime e afirmou ter sido contratado pela ex-mulher da vítima.

A prisão aconteceu na última segunda-feira (17), no Setor Alto da Glória. De acordo com o investigador, o pistoleiro teria sido contratado por R$ 10 mil, sendo que já tinha recebido R$ 6 mil, em três parcelas, como adiantamento.

No entanto, após aceitar as condições, o preso contou para o ex-marido da mulher que havia sido contratado para matá-lo e passou a exigir um valor superior ao que seria pago pela contratante para que ele não realizasse o serviço.

G1, Rede GNI