PGR alega ‘censura prévia à liberdade de expressão’ em prisão de Roberto Jefferson

A Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestou contrária à prisão do ex-deputado e presidente do PTB, Roberto Jefferson, e que a decisão representa uma censura prévia à liberdade de expressão, o que é vedado pela Constituição Federal. Além disso, a procuradoria afirmou que enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) manifestação contra a medida cautelar.


Em nota, ao contrário do que foi noticiada por diversos veículos, a PGR afirma que não deixou de se manifestar sobre o pedido de prisão preventiva do ex-deputado. “Ao contrário do que apontam essas matérias, houve, sim manifestação da PGR, no tempo oportuno, como ocorre em todos os procedimentos submetidos à unidade”, afirma o procurador-geral da República Augusto Aras, em nota.


O DIA