O Presidente está coberto de razões em processar Alexandre de Moraes

A arrogância, a prepotência e a certeza de que nada irá mudar os destinos traçados pelo próprio STF, podem explicar a postura soberba da maioria dos ministros da Suprema Corte ao ‘taxarem’ (eles chamaram de ‘analisar’) o gesto do Presidente Jair Messias Bolsonaro de apresentar notícia-crime contra o ministro Alexandre de Moraes, por crime de abuso de autoridade, como uma ‘falácia política’, análise esta endossada e apoiada por comentaristas do Grupo Globo (vergonha do jornalismo nacional);


Print do Site G1

Eles acreditam que nada mudará a forma ‘feudal’ de portar-se como ministros soberanos que rasgam a Constituição…

Eles deveriam limitar-se a proteger a Constituição e não agirem como militantes togados.

O presidente está coberto de razões:

1 – O inquérito contra ele tem prazo “exagerado”, beira ao prazo infinito (é uma afronta jurídica), ou seja, enquanto não acharem nada contra o Presidente (e não vão achar), o inquérito não termina;

2 – O inquérito e o ministro não respeita o contraditório e na verdade não há fato ilícito a ser apurado, por isso ‘não acham nada’;

3 – O presidente, pasmem, não obteve permissão para ter acesso aos autos do processo no qual ele é investigado por Alexandre de Moraes.

As perseguições insanas contra Daniel Silveira e Allan dos Santos, curiosamente alvos de Alexandre de Moraes, endossam de que existe um flagrante abuso de autoridade, por que tal como o presidente, eles não são criminosos.

Criminoso é o senhor Fernandinho Beira-Mar, Criminoso é o senhor André do Rap, Criminoso é o senhor Luís Inácio Lula da Silva e muitos outros criminosos presos, julgados e ‘inocentados’ pela toga superior…

Por que o Excelentíssimo Ministro Alexandre de Moraes não usa da mesma energia e vai atrás deles ou das mães deles (como fez com Daniel Silveira) ?

Esses sim, eles são criminosos. Porém, mexer com eles seria perigoso, não é mesmo? Eu mesmo tenho medo até de citar esses nomes…

Ao negar que a notícia-crime vá prosperar, eles demonstram que estão convictos que nada acontecerá contra a corte suprema que rasga a Constituição, mas a pergunta que fica é: Até quando as Forças Armadas ficarão inertes, mesmo diante de tantas afrontas contra Constituição?

O presidente está coberto de razões! E ponto final.

Léo Vilhena | Jornalista


Nota: Lembrando aos Excelentíssimos Senhores ministros do STF, que essa é a minha OPNIÃO.

“Art. 19 da Declaração dos Direitos do Homem: todo homem tem direito à liberdade de opinião e expressão, direito este que inclui a liberdade de, sem interferências, ter opiniões e de procurar receber e transmitir informações e ideias por quaisquer meios independentemente de fronteiras”

Constituição Federal, em seu artigo 5º, inciso IV, veda o anonimato na manifestação do pensamento, dispositivo que tem por finalidade a preservação dos direitos de personalidade ao possibilitar a responsabilização em caso de abuso e ofensa a tais direitos.

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
IV – é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

Leia Também

É ruim viver nessa geração e eu vou te provar

Leia Mais

Um homem pode ser uma mulher trans, e uma mulher pode ser um homem trans

Leia Mais

Por que muitos odeiam o Bolsonaro? Entendam os motivos!

Leia Mais