Naufrágio na Grécia deixa ao menos 16 refugiados mortos na véspera de Natal

Pelo menos 16 pessoas morreram no naufrágio de um barco de imigrantes na ilha grega de Paros, no Mar Egeu, na sexta-feira, véspera de natal. Esse é o terceiro desastre marítimo envolvendo embarcação de refugiados em águas gregas desde quarta-feira, somando cerca de 30 mortos ao todo, segundo a guarda costeira do país.

As autoridades organizaram uma operação de busca e resgate durante a noite a noroeste de Paros. Recursos aéreos e marítimos foram implantados na área, disse a guarda costeira.

A Grécia é uma das principais rotas de entrada da União Europeia para migrantes e refugiados da África, Oriente Médio e além, embora o fluxo tenha diminuído desde 2015-2016, quando mais de um milhão de pessoas cruzaram o país para outros estados da União Europeia.

A agência de notícias semioficial de Atenas disse que os corpos de 12 homens, três mulheres e uma criança foram recuperados da área.

Acredita-se que oitenta pessoas estivessem a bordo do navio, que, segundo a guarda costeira, teria se dirigido para a Itália vindo da Turquia. As circunstâncias em que o navio virou não eram claras.

AIN, O GLOBO