Mulher é presa por mandar matar namorado após descobrir que ele mantinha trisal incestuoso

Uma mulher foi presa suspeita de pagar para matar o companheiro e uma familiar dele após descobrir que ele mantinha um relacionamento com a própria filha e uma terceira pessoa. A prisão ocorreu nesta segunda-feira (27) em Canindé, no interior do Ceará.

Eles foram baleados na porta de casa e estão internados.

Conforme Daniel Aragão, delegado responsável pelo caso, Maria Aparecida Barroso, de 36 anos, namorava Jaelson Oliveira, de 39; Jaelson, por sua vez, mantinha um segundo relacionamento, este envolvendo três pessoas: ele, a própria filha, de 20 anos, e o genro dele, de 26 anos.

Ao descobrir o trisal incestuoso, Maria Aparecida pagou R$ 3 mil a duas pessoas para que elas matassem pai e filha. O assassinato foi intermediado pelo namorado da filha do seu companheiro.

Segundo a Polícia Civil, poucas horas após crime, a Polícia Militar apreendeu um homem e um adolescente de 17 anos, suspeitos de participação nas duas tentativas de homicídio. Durante a investigação, os policiais militares apreenderam um revólver, que teria sido utilizado no crime.