Mulher é presa após chamar motorista de aplicativo de ‘nego’

Mulher de 40 anos foi presa em flagrante na tarde desta sexta-feira (20), no Bairro Monte Castelo, em Campo Grande, por crime de discriminação racial contra um motorista de aplicativo. Ela chamou o homem por várias vezes de ‘nego’.

Segundo relato do motorista, um homem de 44 anos, ele foi acionado para a corrida do local do trabalho da suspeita até a casa dela. Na residência, a passageira pediu que ele parasse na entrada da residência.

No entanto, o motorista explicou que não poderia, já que estaria cometendo uma infração de trânsito se parasse no local que ela queria. A partir da negativa, a autora começou a chamar o homem de ‘nego’.

Ele ainda chegou a pensar que era uma brincadeira, mas a mulher não parou com a ofensa e chamou novamente o motorista de ‘nego’ por várias vezes. Polícia Militar foi acionada e prendeu a mulher em flagrante pelo crime de discriminação.

A autora foi encaminhada para a delegacia, onde deve aguardar audiência de custódia. O crime a que a mulher foi indiciada está previsto no art. 20 da Lei Nº 9.459, de 13 e maio de 1997, “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. A pena é de reclusão de um a três anos e multa.

Renata Portela | Midiamax

Leia Também

Agressor de procuradora-geral não alegou arrependimento, diz delegada

Leia Mais

Idosa e diarista são encontradas degoladas em imóvel de luxo

Leia Mais

Rottweiler salta de carro em movimento e ataca mulher

Leia Mais