Miami: São 159 desaparecidos entre eles uma criança brasileira

Subiu para 4 o número de mortos no desabamento parcial de um prédio na região de Miami, nos Estados Unidos. A prefeita Daniella Levine Cava confirmou os números na manhã desta sexta-feira (25).

Estima-se que 159 ainda estejam desaparecidos. As equipes de resgate ainda trabalham nos escombros do prédio para tentar encontrar pessoas.

Desde a manhã da quinta-feira nenhum sobrevivente foi encontrado.

As equipes de resgate chegaram a detectar sons de batidas, como se alguém estivesse batendo no concreto, mas não ouviram vozes, de acordo com as autoridades.

Um menino brasileiro de cinco anos está desaparecido após o desabamento parcial de um edifício de 12 andares em Miami, nos Estados Unidos, na madrugada de quinta-feira. A criança, chamada Lorenzo, morava com os pais no apartamento 512, mas a mãe estava fora da cidade no momento da tragédia, segundo informações da emissora CBS confirmadas ao GLOBO por uma amiga próxima da família.

“A tragédia que aconteceu em Miami foi no meu prédio e Lorenzo e Alfredo estavam dormindo no momento do colapso. Ainda não tenho nenhuma notícia dos dois. Eu viajei ontem para visitar minha família no Colorado e fui acordada com a notícia”, disse a mãe do menino, Raquel Oliveira, de 41 anos, no Facebook, na noite de quinta-feira.

Nesta sexta, Raquel informou que “as buscas não param e vão continuar por dias” e que já entregou uma amostra de seu DNA às autoridades “para compararem com os das crianças não identificadas conforme forem achando”. Uma amostra do DNA dos pais do marido, o italiano Alfredo Leone, também será enviada da Espanha, disse.


Lorenzo e seu pai, Alfredo: desparecidos após desabamento de prédio em Miami Foto: Reprodução

AIN, Edição: Léo Vilhena | Rede GNI