Localizado carro em chamas que teria sido usado pelo psicopata Lázaro

Um carro incendiado encontrado por policiais na manhã desta terça-feira pode ter sido usado pelo serial killer Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, foragido há duas semanas e alvo de uma megaoperação que conta com 270 policiais.  O veículo abandonado foi localizado na saída do distrito de Girassol, no sentido de Cocalzinho de Goiás. A caçada ao criminoso tem ainda o apoio de drones, câmeras de visão noturna e térmica e cães farejadores, além de uma equipe de cavalaria,  helicópteros e drones.

Equipes da força-tarefa montada para capturar o bandido fazem incursões no local e investigam se existe algum vestígio de que o carro tenha sido usado por Lázaro, segundo o Correio Braziliense. As buscas pelo serial killer apontado como autor de uma chacina no Distrito Federal completam duas semanas hoje.

Durante a operação, os agentes já haviam se deparado com outros objetos atribuídos ao criminoso, entre eles uma carta e velas de sete dias. A carta, escrita com caneta vermelha em um papel A4, falava sobre morte com menções a falas de um personagem da trilogia “Senhor dos Anéis: “Muitos que vivem merecem morrer, alguns que morrem merece (sic) viver”.

Os policiais também encontraram oferendas e velas, supostamente deixadas pelo criminoso na região de Edilândia e Cocalzinho. Uma das velas estava acompanhado por um pedaço de papel com o nome completo do serial  killer. Ela foi localizada dentro de um cupinzeiro no meio da mata.

— Lá nesse local do milharal, tinha um despacho com o nome dele, mas com uma vela dessas mais grossas de sete dias já queimada pela metade. A gente não sabe nem se foi ele que fez, mas ele estava ali — disse o secretário de segurança pública de Goiás, Rodney Miranda, em coletiva.

O Globo, Edição: Ricardo Bueno | Rede GNI