Jornal revela problemas no vestiário do PSG

O jornal francês L’Equipe estampou em sua capa desta terça-feira uma grande história sobre os problemas que vêm afetando o vestiário do PSG na atual temporada. Conflitos sobre privilégios, festas, disputas por posição em campo e folgas estariam entre as pautas que têm gerado insatisfação interna no estrelado elenco da equipe parisiense, segundo o jornal.

Uma delas envolveria até Messi. O argentino teria promovido uma festa para comemorar a sétima Bola de Ouro da carreira e ficado de fora do treino no dia seguinte, alegando, assim como o compatriota Leandro Paredes, uma crise de gastroenterite, o que desagradou companheiros de elenco, inclusive os que estiveram na festa.

Outro episódio que foi mal visto no vestiário, ainda segundo o L’Equipe, teria sido a liberação de Mauro Icardi. O atacante ficou de fora do clube por três dias, com autorização do PSG, enquanto tentava salvar seu casamento com a modelo Wanda Nara. O caso ganhou grande repercussão na mídia internacional.

Neymar também é mencionado na reportagem. O jornal diz que o brasileiro não estaria confortável com seu papel na equipe e teria faltado a um evento de um patrocinador — chegou a ser alvo de possível multa por parte da diretoria. Seu companheiro de ataque, Mbappé, seria outra estrela da equipe sentindo desconforto. Afastado dos sul-americanos do elenco, assim como outros colegas franceses, o camisa 7 não dá qualquer sinal de mudar de ideia sobre não renovar com o clube.

O diário ainda cita a crise na disputa de posição entre Keylor Navas e Giangluigi Donnaruma. Os dois teriam selado um pacto de brigar pela vaga de titular de forma amigável e o clube acertou um esquema de rotação, mas o goleiro italiano, eleito melhor jogador da Euro e recém-chegado ao clube, foi à imprensa reclamar da falta de oportunidades. Mais um problema, entre vários, para Mauricio Pochettino resolver.

EXTRA, REDE GNI

error: CONTEÚDO PROTEGIDO