Homem vai parar no hospital como munição dentro do ânus: “Escorreguei e entrou”

esquadrão antibomba se dirigiu a um pronto-socorro lotado depois que um paciente chegara ao Gloucestershire Royal Hospital, na Inglaterra, na última quarta-feira (1/12), com um projétil de artilharia introduzido em parte íntima, de acordo com o “Sun”.

Especialistas em desarmamento de bombas do Exército correram para o hospital, onde os médicos temiam que a munição antitanque pudesse explodir.

O paciente não identificado, que era um civil, disse aos médicos que havia escorregado e caído sobre o projétil perfurante que estava em seu arsenal de itens militares colecionáveis.

Posteriormente, foi identificado como sendo um projétil de 57mm da Segunda Guerra Mundial, normalmente disparado por canhões antitanque.

esquadrão antibomba se dirigiu a um pronto-socorro lotado depois que um paciente chegara ao Gloucestershire Royal Hospital, na última quarta-feira (1/12), com um projétil de artilharia introduzido em parte íntima, de acordo com o “Sun”.

Especialistas em desarmamento de bombas do Exército correram para o hospital, onde os médicos temiam que a munição antitanque pudesse explodir.

O paciente não identificado, que era um civil, disse aos médicos que havia escorregado e caído sobre o projétil perfurante que estava em seu arsenal de itens militares colecionáveis.

Posteriormente, foi identificado como sendo um projétil de 57mm da Segunda Guerra Mundial, normalmente disparado por canhões antitanque.

“O cara disse que encontrou o projétil quando estava limpando suas coisas“, disse uma fonte ao “Sun”. “Ele disse que colocou no chão, então escorregou e caiu em cima dele. Ele estava sentindo muita dor”, acrescentou.

O paciente foi submetido a um procedimento de emergência e logo depois liberado. Ele poderia correr sério risco de morte se a bala tivesse perfurado o intestino.

FERNANDO MOREIRA, EXTRA