Homem é preso por induzir adolescente a matar os pais e tirar a própria vida

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira (9), um homem de 18 anos suspeito de praticar cyberpedofilia contra uma adolescente de 14 anos induzi-la assassinar seus pais e tirar a própria vida.

Segundo a polícia, o preso foi encontrado no bairro Taquara I, na Serra, na Grande Vitória, após investigação da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Cibernéticos (CRCC). O caso foi divulgado nesta sexta (10), em coletiva de imprensa.

Ainda de acordo com a polícia, as investigações começaram depois que a mãe da menina descobriu mensagens com conteúdo pornográfico no celular da filha, o chamado “sexting”.

Quando a polícia começou as investigações, descobriu que o jovem de Goiás já estava morando no Espírito Santo, a poucos metros da casa da adolescente.

“Começou a se relacionar com a menina quando ela tinha 13 anos de idade, por meio do YouTube, depois do YouTube passaram para outras redes sociais, em outras plataformas de conversação e as conversas foram se agravando”, contou o delegado Gianno Trindade.

Segundo o delegado, o homem preso e a adolescente trocavam mensagens sobre suicídio e inclusive planejavam a morte dos pais da adolescente. Eles chegaram a planejar como criariam a irmã mais nova dela, de 10 anos.

As investigações mostraram também que o homem e a menor chegaram a praticar um estelionato juntos.

O homem vai responder por uma série de crimes, entre eles corrupção de menor, cyberpedofilia, indução ao suicídio e estelionato. A adolescente vai responder por ato infracional análogo ao crime de estelionato. O nome do preso não foi divulgado.

Any Cometti, g1 ES