Hamilton vence após bater em Verstappen no GP da Inglaterra

Lewis Hamilton foi do céu ao inferno neste domingo do GP da Inglaterra. Correndo em casa, no Circuito de Silverstone, o britânico da Mercedes bateu com Max Verstappen na segunda volta da prova após uma largada eletrizante, foi punido com 10s mas conseguiu superar Charles Leclerc na antepenúltima voltapara garantir seu quarto triunfo em 2021 e reduzir a desvantagem para o holandês da RBR no campeonato. Valtteri Bottas, da Mercedes, completa o pódio, chegando em terceiro lugar.

A conquista, a oitava do heptacampeão em Silverstone, também foi a 99ª de sua carreira. Hamilton é o maior vencedor da história da Fórmula 1, superando a marca de 91 triunfos de Michael Schumacher no ano passado.

O britânico partiu do segundo lugar após ser superado por Verstappen na corrida classificatória, no sábado. Na largada deste domingo, disputou cada centímetro com o rival até tocar no pneu traseiro direito da RBR, provocando a paralisação da corrida por mais de 40 minutos. Punido com 10s pelo incidente, Hamilton chegou a cair para quinto, mas aproveitou o pit stop ruim de Carlos Sainz, da Ferrari, ultrapassou Lando Norris e Bottas e chegou em segundo para passar Leclerc, no fim.

Verstappen saiu do carro consciente após a batida e passou por uma avaliação prévia no centro médico do circuito, mas foi posteriormente levado para um hospital local ainda durante a corrida para mais exames.

Embora a vitória tenha escapado pelos dedos no fim de semana em que a Ferrari celebrou os 70 anos de sua primeira conquista na F1, Leclerc subiu no pódio pela primeira vez desde a edição 2020 da prova em Silverstone. A dupla da McLaren vem em seguida; Lando Norris aparece em quarto lugar à frente do companheiro Daniel Ricciardo, que em quinto, obteve seu melhor resultado pela equipe até agora.

Hamilton permanece na vice-liderança do campeonato, mas com a vitória, anota agora 177 pontos, reduzindo a desvantagem para Verstappen de 33 para oito pontos. Norris passou na frente de Sergio Pérez na tabela e aparece em terceiro, com 113 pontos. Sem pontuar, largando do pitlane e preso no fundo do grid, o mexicano da RBR caiu para quinto e foi superado também por Bottas, que agora figura em quarto com 108 pontos.


A 11ª etapa da temporada 2021 da Fórmula 1 será no GP da Hungria, no Circuito de Hungaroring, em 1º de agosto.


GE, Rede GNI