Grêmio pede desculpas à torcida após novo rebaixamento para a Série B

Poucos minutos após o fim do Campeonato Brasileiro e da confirmação da queda para a Série B, o Grêmio pediu desculpas ao seu torcedor. O gesto veio através de uma carta publicada no site oficial do clube.

No texto, a diretoria admite que cometeu erros e promete trabalhar para dar a volta por cima. Ao mesmo tempo, se diz ciente de que não voltará para a elite do futebol apenas pela grandeza de sua camisa. Uma reformulação foi prometida para a próxima temporada.

Por fim, o clube pediu à sua torcida que não o abandone na disputa da Série B. Este foi o terceiro rebaixamento da história do Grêmio. Os outros dois ocorreram nas edições de 1991 e de 2004 (esta já no formato dos pontos corridos).

O Grêmio chegou a vencer o Atlético-MG por 4 a 3, na Arena, e viu o Bahia, um de seus concorrentes diretos, ser derrotado pelo Fortaleza. Mas o triunfo do Juventude sobre o Corinthians impediu que os tricolores escapassem da queda.

Confira a carta na íntegra:

O momento é de dor para cada um dos mais de 10 milhões de gremistas espalhados pelo Rio Grande e pelo mundo. Dor e indignação — sentimentos mais do que legítimos e que precisam ser ouvidos e respeitados.

Nossa obrigação é pedir desculpas, reconhecer os erros e trabalhar com humildade e energia para corrigir os rumos e enfrentar os desafios que 2022 nos impõe. Temos plena consciência do que nos aguarda. Tenham certeza de que todas as medidas serão adotadas, sem exceção.

No mesmo peito em que hoje bate a dor deste momento, também bate a paixão e o amor que nos moveram em todos os 118 anos de nossa história — das grandes e consagradoras conquistas aos episódios de bravura e superação inacreditáveis.

Que ninguém ouse duvidar de nossa grandeza. Mas não será pela camisa pesada, pelas taças no armário ou pelo tamanho de nosso clube que retornaremos ao lugar que nossa história exige. O Grêmio voltará pelo trabalho sério — com os pés no chão e fazendo o que precisa ser feito —, por uma profunda reformulação e pela força desta nação que nunca deixa de apoiar.

Não há caminho fácil para o tricolor, nossa trajetória está aí para comprovar. Mas é justamente na dificuldade que mostramos o que é o Grêmio — nossa coragem, nossa raça, nossa irresignação, nossa essência.

E não será diferente agora. Mais do que nunca, precisamos lutar. Mais do que nunca, precisamos estar juntos. Mais do que nunca, precisamos de cada associado, de cada torcedor. Mais do que nunca, somos Grêmio.

EXTRA

error: CONTEÚDO PROTEGIDO