Ginasta de 11 anos morre após casa ser atingida por míssil russo

Uma jovem estrela da ginástica ucraniana morreu quando uma casa em Mariupol, sudeste da Ucrânia, foi atingida por um míssil russo, informou o site Mirror.

Kateryna Diachenko, 11 anos, estava no local, segundo a treinadora da menina, Anastasia Meshchanenkova. A garota era uma atleta da ginástica rítmica. “Ela deveria conquistar o mundo, mas morreu enterrada nos escombros”, lamentou Anastasia.

A treinadora questionou: “Pode haver alguma justificativa para isso? Olha essa garota talentosa. Ela deveria dar seus sorrisos para o mundo. Do que as crianças são culpadas? Acredito que há um espaço no inferno para todos os envolvidos – e o mais rápido possível”. Ela acrescentou: “Eu não posso falar, talvez quando eu voltar aos meus sentidos”.

A mãe de Kateryna, Marina Diachenko, não falou sobre a perda da filha. A ginasta búlgara Iliana Raeva declarou: “Não acredito que vivemos em um mundo tão cruel”. A federação suíça disse que a jovem Kateryna foi “uma das muitas vítimas de uma guerra sem sentido”.

A tragédia aconteceu depois que pelo menos 300 pessoas, que se abrigavam em um teatro em Mariupol, foram mortas por um ataque aéreo russo na manhã desta sexta-feira (25).

Em outros lugares, as tropas ucranianas lançaram uma série de contra-ataques durante a noite, que forçaram a retirada das tropas russas sobrecarregadas e com falta de suprimentos, nos arredores da capital Kiev.

As tropas de Kiev conseguiram não apenas repelir os invasores russos, mas reocupar cidades e posições defensivas até 34 quilômetros a leste da cidade, que é o principal alvo da Rússia.


 

Leia Também

Atriz Anne Heche tem morte cerebral declarada e aparelhos serão desligados

Leia Mais

Os horrores da guerra do Vietnã: ‘Garota Napalm’ 50 anos depois

Leia Mais

Homens armados matam 50 pessoas em igreja católica na Nigéria

Leia Mais