Filhas de 5 e 7 anos viram pai assassinar a mãe e se matar em seguida

O crime que chocou moradores da Zona Norte de Natal na noite de quinta-feira (3) aconteceu na frente de duas crianças de 5 e 7 anos. As meninas eram filhas de Manuela Josino Miranda, 32, e de Maciel Ramalho, 40, que matou a ex-companheira dentro da casa da mãe dela. Após cometer o feminicídio, o homem se suicidou.

O caso aconteceu no conjunto Parque dos Coqueiros. Segundo um tio das crianças, que pediu para não ser identificado, embora tenham presenciado o crime, as meninas ainda não sabem da morte dos país. De acordo com ele, elas acreditam que a mãe está no hospital.

Elas estão aparentemente bem. A gente não disse nada ainda do que aconteceu. Eles sabem que foram feridos, mas a gente não disse o que aconteceu de fato. A gente tem que ver uma forma de dizer isso para elas, para não traumatizá-las mais ainda
— Tio das meninas

O crime também foi presenciado pela avó das crianças e mãe de Manuela. Após o crime, ela e as netas foram levadas para casas de parentes.

De acordo com a Polícia Civil, responsável pela investigação do caso, não havia nenhum registro de boletim de ocorrência relacionado a possíveis ameaças de Maciel contra a ex-companheira. O irmão da vítima afirmou que, embora o relacionamento fosse conturbado, a família não imaginou que a situação chegaria a esse ponto.

“A gente não imaginava que fosse acontecer uma coisa como essa. Não consigo entender ainda, a ficha ainda não caiu. Ele não aceitou de jeito nenhum, como aconteceu de outras vezes que vieram a terminar. Tinha um sentimento de posse. Quero deixar um alerta para os homens: a gente não é dono de ninguém. Quando um relacionamento não dá certo, a gente tem que seguir em frente, por mais que doa. Tem que viver e não massacrar uma família, como foi feito aqui”, declarou.

Questionado se Maciel já teria ameaçado a ex-companheira, de quem estava separado há cerca de um mês, o irmão da vítima contou que somente nesta quinta-feira (3) viu troca de mensagens entre os dois. Em um dos áudios enviados por Maciel ele dizia: “Tudo que você fez comigo, você vai pagar. Lá na frente você vai pagar”.

Igor Jácome e Kleber Teixeira, g1 RN e Inter TV Cabugi


Leia Também

Agressor de procuradora-geral não alegou arrependimento, diz delegada

Leia Mais

Idosa e diarista são encontradas degoladas em imóvel de luxo

Leia Mais

Rottweiler salta de carro em movimento e ataca mulher

Leia Mais