Família morta em condomínio é velada em Porto Alegre

As cinco pessoas da mesma família mortas na quarta-feira (27) em um condomínio de casas na Zona Sul de Porto Alegre serão veladas na manhã desta quinta (28). Os atos fúnebres ocorrem entre 7h e 11h, em duas capelas do Cemitério Jardim da Paz, também na Capital.

Octávio Driemeyer Júnior, de 44 anos, é suspeito de atirar contra quatro familiares e cometer suicídio logo em seguida. Ele teria utilizado duas espingardas de caça, segundo a polícia, registradas no nome do sogro, que morreu no fim de semana.

“Ele, por um bom período, estava acamado e [era] cuidado na casa. Provavelmente [Driemeyer] teve contato e acabou levando [as armas] à residência e até projetando cometer o crime”, afirmou o delegado Rodrigo Pohlmann Garcia, titular da 4ª Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (4ª DHPP).

A previsão da Polícia Civil é que os depoimentos sejam colhidos somente na próxima semana.


LEIA MAIS
Homem mata toda a família e depois comete suícidio

Dívida de R$ 30 milhões pode ser o motivo para as mortes de 5 pessoas da mesma família

Leia Também

Operação policial no Rio de Janeiro termina com 11 mortos

Leia Mais

Jovem é tatuada à força com nome de ex-namorado no rosto

Leia Mais

Mulher é esfaqueada e escapa de feminicídio com a ajuda da babá e filhos

Leia Mais