Família morre soterrada

Cinco pessoas de uma mesma família foram encontradas soterradas nesta segunda-feira, em Brumadinho, Minas Gerais. Eles eram parentes do secretário de saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, que confirmou as mortes.  O grupo estava desaparecido há dois dias.

As vítimas foram identificadas como Geovane Vieira Ferreira, 42 anos, Henrique Alexandrino dos Santos, 41 anos, Deisy Lúcia Cardoso Alexandrino Santos, 40 anos, Vitor Cardoso Alexandrino Santos, 6 anos, e Ana Alexandrino Santos, 3 anos.

Alexandrino era primo de Henrique Alexandrino dos Santos. De acordo com as autoridades, o corpo de uma criança foi localizado em um córrego, em um ponto de díficil acesso, dentro do terreno de um condomínio, localizado na Serra da Moeda. Até o momento, um outro corpo, além do da criança, foi encontrado. Trata-se de uma mulher adulta. Os corpos das demais vítimas ainda não foram resgatados.

O secretário de saúde chegou a fazer pedidos em suas redes sociais para que os seguidores ajudassem na busca dos familiares desaparecidos ao longo do final de semana. Ismael Alexandrino confirmou a morte dos familiares em uma publicação no Instagram.

O último contato feito pela família foi na tarde de sábado. Henrique Alexandrino avisou ao filho por telefone que teria de fazer um caminho alternativo para chegar ao seu destino, por conta de um bloqueio na BR-040.

De acordo com os Bombeiros, um parente já fez o reconhecimento da primeira vítima encontrada. Segundo a corporação, “o veículo foi carregado e revirado por cerca de 400 metros e ficou com sua estrutura completamente comprometida/distorcida”.

A Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul publicou uma homenagem à família vítima da tragédia. Deisy Lúcia foi professora da instituição por seis anos.

“A professora Deisy deixa seu legado na UEMS, embora tenha atuado por apenas quase seis anos, demonstrou ser uma profissional de altíssimo nível, e uma pessoa capaz de colaborar com o crescimento coletivo. A família que conhecemos do curso de Agronomia de Aquidauana lamenta estas perdas, e eleva aos familiares e amigos nosso profundo pesar”, diz o texto.

Paulo Assad e Alfredo Mergulhão


Família morreu em soterramento em Brumadinho Foto: Reprodução

error: CONTEÚDO PROTEGIDO